Prefeitura de Cambuci vai realizar o Carnaval na CRISE

Com a atual Crise financeira que algumas prefeituras estão enfrentando a forma de ajudar a manter as contas em dia está sendo cancelar o Carnaval, como o município de Cardoso Moreira e o Município de Italva que cancelaram o Carnaval para o equilíbrio financeiro.

O município de Italva por exemplo resolveu cancelar o Carnaval para investir na Limpeza da Cidade, onde chegou a ter reclamações de moradores. 

Mas o que chama a atenção é que o Município de CAMBUCI no Noroeste Fluminense vai fazer no Carnaval e pelo jeito bem estruturado.

Mas as contas do município não andam la muito bem, conseguimos ter acesso ao Saldo a pagar que ultrapassa 3 milhões e o saldo a realizar negativo.

Confira a imagem abaixo:

Alguns fornecedores tem solicitado os pagamentos atrasados na Prefeitura de CAMBUCI, Que pelo jeito não deve ter dinheiro para pagar os fornecedores. 

Se tem dinheiro ou não, está aí no seu extrato de balanço de 2016.

Já houve histórico de irregularidades no Carnaval do Município de CAMBUCI. O Prefeito Agnaldo já foi afastado do cargo por esse motivo em 2015, relembre aqui, já no início de 2016 a Câmara ameaçou abrir uma CPI Contra essas contratações veja aqui.

Mas como fazer o Carnaval se não tem dinheiro ? 
Vamos ficar de olho!

ATUALIZAÇÃO:

Essa imagem é de um Jornal que circula na região noroeste Fluminense no Município de Itaocara.



5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Muita irresponsabilidade uma postagem como essa, insinuando irregularidades onde não tem. Peça auxílio de um contador e concluirá que este resultado não significa que a prefeitura está devendo o fornecedor. Tratam de resto a pagar, sendo á a maioria das obrigações ainda nao cumpridas, o que impede o pagamento.Saldos em contratos que ainda nao foram entregues, enfim...So esqueceu de falar eh a quantia que tem em caixa. Descubra isso tb e divulgue.

    ResponderExcluir
  3. Além do narrado acima, destaco ainda o fato de que muitas das despejas citadas no documento postado foram adquiridas em outras gestões e passam por processos de Tomada de Especiais. Portanto, irregularidades deixadas por outras gestões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poderia também ter postado o documento na íntegra, para que todas pudessem ler que o que vc diz ser dívida, na verdade se trata de RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS, ou seja, ainda nem se tem nota.

      Excluir
  4. Toda informação divulgada para ganhar credibilidade tem que apresentar a fonte das informações e dados apresentados, além dá assinatura de quem publicou que acaba assumindo a responsabilidade por tudo que foi exposto.

    Por esse motivo gostaria muito que o responsável pela matéria me apresentasse as fontes das informações para confirmar sua veracidade e até apurar mais detalhes sobre o que foi publicado, além do responsável pela publicação que deve trabalhar com a verdade e se comprometer com ela, garantir e se responsabilizar.

    Por fim, o correto seria divulgar todas as informações e não "meias palavras" que acabam causando confusão na interpretação e tendênciando a publicação. Por exemplo com relação à decisão Administrativa fruto de Processo Unilateral que afastou o Prefeito, foi revogada pela Justiça Estadual com parecer favorável do Ministério Público e confirmação nos Tribunais Superiores; já a CPI foi extinta também pela Justiça Estadual diante das irregularidades apontadas em sua instauração (constituição).

    Por esse motivo é importante abordar todo o processo e seus resultados para que a população em geral tenha conhecimento, sem omissão tendenciosa de informações que beiram a criminalidade e estão despidas de credibilidade. Também estamos de olho na imprensa marrom que omiti informações importantes e com muita má fé incita interpretações criminosas naquilo que relata em suas publicações.

    ResponderExcluir