Responsive Ad Slot

Policial

Policial

Garotinho e Rosinha: Ex Delegado da Federal fala sobre prisão e quem são os outros presos

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

/ PPM


“Para mim essas prisões foram desnecessárias. Falo como delegado da Polícia Federal, não como deputado federal que estou. É um fato pretérito. Não me parece haver fato novo que justifique as prisões. Se fala em coerção de testemunha, mas pode ser a justificativa que se precisa hoje. Na Polícia Federal, enfrentamos muito esse tipo de situação. São os excessos. E por conta desses excessos que o Congresso respondeu com a lei de abuso de autoridade. A coisa se transformou em um monstro, onde o Legislativo comete excessos para se contrapor aos excessos da lei”.

Foi o que disse o deputado federal Felício Laterça (PSL) sobre a prisão na manhã de hoje dos ex-governadores e ex-prefeitos de Campos, Anthony (sem partido) e Rosinha GarotinhQuintanilhao (Patri). Político de Macaé, ele também é delegado de Polícia Federal. E, nesta condição, criticou a decisão da 2ª Vara Criminal de Campos de prender o casal Garotinho, por denúncia de superfaturamento e recebimento de repasse de dinheiro de caixa dois da Odebrecht. A denúncia foi feita por ex-executivos da construtora, que venceu todas as licitações do Morar Feliz.

Veja mais informações sobre os outros presos:
Outras duas pessoas alvos da operação deflagrada nesta terça também tem passagens pela Assembleia Legislativa do Rio. 
Angelo Alvarenga Cardoso Gomes, acusado de operar para o casal Garotinho, está lotado desde fevereiro deste ano no gabinete do vice-presidente da Alerj, Jair Bittencourt (PP). A VEJA, o parlamentar afirmou que o funcionário será exonerado. Angelo já foi preso.
Já Gabriela Trindade Quintanilha, apontada como participante da quadrilha que operaria as propinas para o casal Garotinho, ainda não foi presa. Ela está lotada na Alerj desde fevereiro de 2015, tendo passado pelos gabinetes do ex-deputado estadual Rogério Lisboa (atual prefeito de Nova Iguaçu, do PL) e está atualmente no gabinete de Lucinha (PSDB).

O subsecretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do governo do Rio de Janeiro, Sérgio dos Santos Barcelos, foi
Barcelos foi nomeado para o cargo pelo governador Wilson Witzel em 19 de agosto. Até aquela data, o subsecretário ocupou cargo de chefe de gabinete do deputado estadual Gil Vianna, do PSL.
Segundo informações será exonerado nessa Quarta, ainda segundo notícias, pode haver um funcionário de uma Prefeitura que não foi preso, mas teve algum envolvimento.

 Folha1 e Veja




Mais
© Jornal Olhar
Todos os direitos reservados.