Procuradoria de São Francisco de Itabapoana requer direito de táxi trafegar em outro município


A procuradora-geral do município de São Francisco do Itabapoana, Eliza Abud, vem tentando um acordo com o atual governo de Campos, para que os taxistas do município vizinho, possam trafegar pela cidade de Campos, sem que sofram com as fiscalizações do IMTT.

Eliza Abud, que é esposa do atual secretário de Desenvolvimento Econômico de Campos, Felipe Quintanilha, informou que já manteve contato recentemente com o presidente do IMTT, Renato Siqueira, firmando um acordo verbal para atender aos motoristas de táxi que trabalham de forma legal e regular. “Ficou acordado com o IMTT que os taxistas poderão levar o passageiro de SFI, sendo o desembarque obrigatório na Rodoviária Roberto Silveira, no Centro da cidade, retornando o veículo vazio para a nosso município”, explicou.

Porém, os taxistas continuam alegando que estão sofrendo com o IMTT em Campos, na última quinta - feira, mais um táxi foi apreendido. Dessa vez, na avenida Carmem Carneiro, em Guarus.

"Foi feito um novo contato com o presidente do IMTT. Nos próximos dias vamos realizar uma reunião com representantes dos dois municípios, objetivando firmarmos um termo de cooperação detalhando através do documento as normas a serem respeitadas pelos taxistas, evitando transtornos à categoria”, ressaltou ao acrescentar que: “A Prefeitura de SFI está inteiramente à disposição para ouvir as solicitações dos taxistas e irá se manifestar dentro do possível e da legalidade em termos institucionais. O que não se tratar de situação institucional o município está impedido de se manifestar."

Vale ressaltar que em SFI, os táxis não possuem taxímetro, a maioria são utilizados para fazer "lotada", caso o IMTT, ceda à vontade da esposa do secretário de Campos, automaticamente, o município contribuirá ainda mais com a proliferação do transporte clandestino na cidade.


    *CAMPOS AO VIVO E REGIÃO*

Nenhum comentário