Goleiro Bruno pode voltar aos gramados pelo Paduano

O goleiro Bruno, de 32 anos, deve anunciar a volta aos gramados até o final desta sexta-feira (10). E o destino do ex-jogador do Flamengo, condenado pelo sequestro, morte e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, pode ser o Paduano, de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense.
O advogado do goleiro, Lúcio Adolfo, disse ao jornal “Extra” que o anuncio está próximo de ser feito. “De hoje (quinta-feira) para amanhã (sexta-feira) o contrato já estará assinado. Eu não vou dizer o nome do clube porque me comprometi em manter segredo, não posso falar nada. Mas, assim que tiver tudo certo, vamos dar os detalhes”, disse.
No entanto, o presidente do clube que vai disputar a Quarta Divisão do Campeonato Estadual, Adilson Faria, contou que a contratação parece ser “firme”. “O Paduano foi procurado pelos advogados para ver se viabilizava um possível retorno do Bruno. Fomos sondados, fizemos contatos por telefone, mas ainda não tem nada certo, nada assinado. É uma contratação que parece firme, mas é complicada tanto para ele quanto para qualquer clube que ele for. Eu tenho que ver todo o aparato jurídico que envolve a situação”, contou ao “Extra”.
No último dia 2 de março, o atleta recebeu propostas de trabalho de nove clubes em várias cidades, sendo três do Rio de Janeiro, dois de São Paulo, um de Brasília e três de Minas Gerais. Ainda segundo Adolfo, dois destes times disputam a Série A do Campeonato Brasileiro, mas ele não revelou quais são os clubes.
Bruno está em liberdade desde o dia 24 de fevereiro, quando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu um habeas corpus preventivo. O goleiro foi condenado a 22 anos e 3 meses pelos crimes, sendo 17 anos e 6 meses em regime fechado e estava preso desde 2013 na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. F1(A.N.) (Foto: Bernardo Pombo e Luiz Cláudio Amaral)

Nenhum comentário