Incêndio atinge Mata Atlântica em Quissamã



Um incêndio está atingindo a Mata Atlântica, conhecida como Mato Escuro, nas margens da rodovia RJ-196, no trecho que liga o Centro de Quissamã à Barra do Furado. O fogo já avança em uma área de aproximadamente dois quilômetros, provocando nos últimos dias, a destruição de mata nativa e morte de animais silvestres de diferentes espécies.
O presidente da Câmara Municipal de Quissamã, vereador Luiz Carlos Fonseca Lopes (PROS) esteve na manhã desta terça-feira (20), avaliando as condições do incêndio no fragmento de Mata Atlântica.
O Chefe do Legislativo imediatamente entrou em contato com a Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca de Quissamã para solicitar a retomada de ações para conter o fogo. O secretário Jorge Penha informou que o grupamento do Corpo de Bombeiros paralisou a operação por questões de segurança.
A queimada ocorre em uma área com árvores de altas e um tipo de solo chamado Turfa (solo rico em matéria orgânica, que facilmente incendeia causando grandes crateras), apresentando riscos aos combatentes. Porém, o vereador não concorda com a decisão de parada, e pede que novas ações sejam realizadas para evitar o avanço do fogo. “Existem outras soluções para conter o incêndio. É possível fazer aceiros pós-incêndio, isolando a área já incendiada. Isso evita que o fogo avance ainda mais e aumente os estragos. Ali estão ninhos, pássaros e outros animais. Sem falar das árvores frondosas que estão sendo destruídas”, afirmou Luiz Carlos Fonseca Lopes.
O vereador, defensor das questões ambientais, alerta para os riscos de queimadas em toda a região. “É um período que estamos atravessando de grande estiagem. Essa seca nos exige uma grande atenção, já que os riscos de incêndios são iminentes. A comunidade precisa ficar atenta, e as autoridades competentes precisam intensificar suas ações”, concluiu.

FONTE: JORNAL CAMPOS 24 HORAS

Nenhum comentário