BBB20: Felipe Prior tem duas acusações de estupro contra ele,



Eliminado do BBB20 no paredão que aconteceu na última terça-feira (31/3), Felipe Prior, de 27 anos, se tornou, na última quinta, 2, a pessoa mais seguida do mundo no Instagram, segundo levantamento da rede social. “El Mago”, como ficou conhecido no reality, teria seu nome envolvido na Justiça em duas denúncias de estupro e uma tentativa, segundo matéria publicada pela Marie Claire.
O primeiro caso teria ocorrido no dia 9 de agosto de 2014, após uma festa que comemorava o InterFAU, Jogos Universitários de Arquitetura e Urbanismo. Na época, Prior era aluno de Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Ao sair do local da balada, ele teria oferecido carona para a vítima, hoje com 27 anos, e para uma amiga dela. Após deixar a colega, Felipe teria parado o carro no meio da rua e começado a beijar a jovem, que estava embriagada. Mesmo depois de dizer que não queria, Prior teria a arrastado para o banco traseiro, onde o estupro ocorreu, segundo a publicação. “Felipe teria reagido dirigindo-se a ela aos gritos, dizendo: ‘Para de ser fresca, no fundo você quer, não é hora de se fazer de difícil’; e, diante das seguidas negativas de Themis [protegida por um pseudônimo], insistido: ‘Quer sim’. Então, Felipe teria estuprado Themis”, relata trecho da matéria publicada no site da revista.
De acordo com o veículo, a força do ato foi tamanha que machucou a região genital da vítima – suas roupas, as roupas de Prior e o carro dele ficaram cheios de sangue. Nesse instante, o ex-BBB teria mostrado preocupação e perguntado se ela queria ir para o hospital. A vítima teria dito que só queria ir para casa, para onde foi levada. Chegando lá, ela foi ao pronto socorro com a mãe, onde foi diagnosticado “um corte de cerca de três dedos de comprimento, profundo o suficiente para chegar até o músculo”. A vítima precisou usar fralda geriátrica para estancar o sangue e ficou de cama por uma semana.
Abril / Marie Claire

Nenhum comentário