CONFIRA CINCO DICAS PARA ESCOLHER UM BOM COLCHÃO E INVESTIR EM QUALIDADE DE VIDA


Seja algumas características ou os materiais que compõem o produto, saber identificá-las pode ser de grande valia na hora da compra

A falta de sono tem consequências que vão além da preguiça e a dificuldade de se concentrar nas tarefas do dia a dia; elas podem impactar, também, na saúde como um todo. Dormir pouco tem relação com uma variedade de transtornos físicos, mentais e de comportamento, gerando um ciclo vicioso: dorme menos quem tem problema e amplia o problema quem não dorme. A capacidade de atenção, recuperação da memória e o aprendizado são também severamente prejudicados pela falta de boas horas de descanso.

Portanto, dormir bem é um dos três pilares fundamentais para ter uma boa saúde, ao lado de uma dieta equilibrada e a prática de exercícios regulares. Para quem desconfia que essas horas de descanso estão fazendo falta, é bom atentar-se em outros três elementos: a duração, que deve ser entre sete e nove horas, tempo suficiente para completar os ciclos do sono; continuidade, ou seja, sem interrupções e; profundidade, fase necessária para que o corpo se renove e armazene energia para o dia seguinte.

Além dos aspectos emocionais e psicológicos que interferem na qualidade do sono, há um fator externo que, embora pareça supérfluo, é fundamental: os colchões. Destinados para o relaxamento, eles são essenciais e dão sinais claros de que é hora de trocá-los. Dificuldade em encontrar uma posição antes de cair no sono, amanhecer com a cama toda bagunçada ou despertar com dores musculares, são alguns indícios que é hora de pesquisar e investir na troca. Confira abaixo algumas dicas da Anjos Colchões, rede de colchões e móveis, que podem ajudar nessa difícil tarefa.

Cuidado com as promoções

Na hora de comprar um colchão novo, é preciso levar em consideração o nosso biótipo e o nível de conforto desejado, evitando enganar-se com promoções que, muitas vezes, servem para liquidar produtos de qualidade inferior e que não atendem as necessidades básicas do corpo humano. "A acomodação perfeita inclui a absorção dos pontos de maiores pressões, como ombro e quadril, e são fundamentais para uma noite agradável e um sono reparador", avalia o fundador da empresa, Claudinei dos Anjos.

Avalie o seu biótipo

"Cada colchão atende uma necessidade específica e tem um suporte de peso e nível de conforto. É importante levar em consideração isso, pois a durabilidade do produto fica severamente comprometida se os pesos não corresponderem", afirma Anjos. Procure por colchões que atendam sua necessidade sem deixar de levar em conta o nível de conforto.

Atente-se às suas necessidades

Para quem já sofre com problemas na coluna, como hérnia de disco, lordose e escoliose, a recomendação é um colchão que seja firme para alinhar a coluna ao mesmo tempo que seja confortável a ponto de permitir o relaxamento e aliviar a pressão sobre aquilo que já está doendo.

Fator idade

Segundo a medicina, conforme vão passando os anos, é natural a pessoa ir perdendo a qualidade do sono. Sabendo disso, a escolha do colchão deve ser ainda mais criteriosa. "É preciso avaliar as recomendações médicas, uma que vez que o idoso com problemas de circulação, por exemplo, precisa de um colchão mais confortável. Um modelo mais firme tende prender a circulação sanguínea, comprometendo a saúde dele", indica o fundador da empresa.

Novidades do mercado

Tecnologias podem e devem ser usadas em prol da saúde. Algumas fábricas, como a Anjos Colchões, investiram e desenvolveram produtos com pastilhas magnéticas e raios infravermelho. A função destes é ativar as funções celulares do corpo, agindo como anti-inflamatório e aliviando as dores, promovendo, assim, uma vida mais saudável. Já as pastilhas magnéticas têm como função acelerar o processo de recuperação através das ondas magnéticas recompondo o ferro na corrente sanguínea e eliminando as energias negativas que o corpo absorve de celulares e computadores, por exemplo.


Anjos Colchões

Nenhum comentário