Responsive Ad Slot

Política

política

Rio+Saneamento registra mais de 30 mil atendimentos na Regional Serra Lagos em primeiro mês de operações

terça-feira, 6 de setembro de 2022

/ Jornal Olhar

 



Diversos serviços foram realizados para melhorias no sistema de abastecimento de água nas cidades de Bom Jardim, Trajano de Moraes, Macuco, Carmo, Sumidouro e Rio das Ostras

 A Rio+Saneamento, concessionária do Grupo Águas do Brasil, completou um mês de operações na Regional Serra Lagos. Neste período, mais de 30 mil atendimentos foram realizados pelos canais de relacionamento da empresa na unidade, que abrange as cidades de Rio das Ostras, Bom Jardim, Trajano de Moraes, Macuco, Carmo e Sumidouro. O município com maior número de acionamentos foi Rio das Ostras, com 29.707, e em seguida, Bom Jardim com 1.235. Na sequência, aparecem as cidades de Carmo com 724, Sumidouro com 264, Macuco com 268, e por último, Trajano de Moraes com 67.

Já em relação aos serviços executados na região, ao todo foram 911, sendo a maioria para revisão de cadastro, vistoria de ligações e instalação de hidrômetros. Apenas em Rio das Ostras, foram executados 680 serviços. O município enfrenta, historicamente, um problema de falta de água, cenário que é ainda mais agravado pela estiagem. A situação exigiu um olhar atento da nova concessionária, que adotou uma série de medidas.

A Rio+Saneamento instalou, na cidade, cinco grupos de geradores na Captação e na Estação de Tratamento de Água (ETA). A iniciativa permite a continuidade do abastecimento mesmo com as frequentes quedas de energia elétrica que ocorrem na região. A empresa também iniciou o serviço de dragagem da areia acumulada na Captação para a limpeza do sistema. Outra ação importante foi a instalação de uma bomba adicional na captação, o que aumentou o volume de água bruta disponível na Estação de Tratamento de Água, minimizando os efeitos da estiagem.

“Estamos atuando fortemente na distribuição de água da cidade de Rio das Ostras. As equipes estão nas ruas 24 horas por dia, identificando e tratando problemas para melhoria do abastecimento dos clientes. Além disso, estão sendo instalados equipamentos para monitoramento remoto da rede de abastecimento, o que garantirá máxima agilidade na identificação e solução destes problemas”, afirma Christian Portugal, superintendente operacional da Rio+Saneamento.

Equipes em ação nas cidades serranas

Ao longo desse primeiro mês de operação, a Rio+Saneamento deu início a diversas iniciativas para melhoria no abastecimento de água das cidades atendidas. Antes mesmo de começarem os trabalhos, foram realizados treinamentos corporativos e práticos dos operadores e supervisores, que vivenciaram o tratamento de água em outras localidades de atuação do Grupo Águas do Brasil.

Em Bom Jardim, que conta com três Estações de Tratamento de Água (ETAs), as equipes da Rio+Saneamento realizaram ações como consertos de vazamentos, ramais e redes de água para melhorar a distribuição. Na Captação Santa Tereza, também houve limpeza e adequações no sistema de abastecimento. Entre os projetos futuros estão a adequação das tubulações hidráulicas da ETA Bom Jardim. Além disso, será iniciada a obra de assentamento de redes que vai melhorar o abastecimento no bairro Bem-te-vi. Na região, já foi feita a reforma da unidade de bombeamento de água.

Já na cidade de Carmo, foi feita a substituição de bomba na Captação da Batalha para otimização do sistema de abastecimento. Na ETA também será iniciado o projeto executivo para obras de reforma.

Em Sumidouro, foram realizadas ações na Captação e na Estação de Tratamento de Água, como melhorias nas tubulações dos reservatórios, no laboratório, instalação de nova bomba dosadora e instalação de pontos de telemetria, uma tecnologia de medição de dados, no monitoramento da vazão e pressão desde a captação até a rede de distribuição de água. Além disso, foi entregue o motor reserva para a bomba da captação de água do município.

 No município de Macuco, a Rio+Saneamento realizou melhorias na Estação de Tratamento de Água, com limpeza e pintura do laboratório. A localidade também recebeu um motor reserva para a bomba de captação de água. O mesmo equipamento foi para Trajano de Moraes, que ainda ganhou novos aparelhos de análise de água. Entre as ações previstas para o município está a realização de obras de assentamento de redes no bairro Represa.


 Os pontos de telemetria também já foram instalados pela Rio+Saneamento em Rio das Ostras, Carmo e Bom Jardim. A ferramenta possibilitará uma resposta ainda mais precisa quanto às soluções eficientes para o tratamento e distribuição de água para a população destes municípios. A implantação da telemetria está prevista ainda para as cidades de Macuco e Trajano de Moraes.

Desde o dia 1º de agosto, a Rio+Saneamento é responsável pelo abastecimento de água, e coleta e tratamento de esgoto de 18 municípios do estado do Rio de Janeiro, incluindo 24 bairros da Zona Oeste carioca. Pelos próximos 35 anos de contrato, serão investidos R$ 4,7 bilhões, com intervenções em toda área de concessão. Está prevista a construção de 12 Estações de Tratamento de Água e 33 Estações de Tratamento de Esgoto, além da implementação de mais de 1.500 km de redes de esgoto no estado.

“Queremos levar água de qualidade com regularidade a toda a população dentro das regiões assistidas. Temos a missão também de expandir a coleta e tratamento de esgoto pelo interior que, atualmente, são praticamente inexistentes nessas cidades”, ressalta o presidente da concessionária, Leonardo Righetto.


 Municípios atendidos:

Capital: 24 bairros da Zona Oeste

Regional Metropolitana: Rio Claro, Pinheiral, Piraí, Itaguaí, Seropédica, Paracambi e Vassouras

Regional Norte Fluminense: Natividade, São José de Ubá, São Fidélis e Carapebus

Regional Serra Lagos: Carmo, Sumidouro, Macuco, Trajano de Moraes, Bom Jardim e Rio das Ostras

Mais
© Jornal Olhar
Todos os direitos reservados.