Estado do Rio envia 23 Milhões, para ajudar as mais de 15 mil pessoas desalojadas ou desabrigadas


A chuva forte deixou oito cidades do Norte e Noroeste do Rio inundadas na sexta-feira (24) e neste sábado (25) após transbordamento de três rios na região. Segundo dados atualizados, divulgados no fim da tarde pela Defesa Civil dos municípios, o número de desalojados ou desabrigados subiu de 1 mil para, pelo menos, 6 mil.
O número de cidades afetadas também subiu de sete para oito. São elas: Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Porciúncula, Laje do Muriaé, Natividade, Cardoso Moreira e, por último, Santo Antônio de Pádua. Não chove ou chove pouco na maioria dessas cidades no começo da noite deste sábado, mas o problema é a cheia dos rios que ocorre, principalmente, por conta das chuvas intensas que atingem Minas Gerais e Espírito Santo.
Itaperuna é a cidade que concentra o maior número de pessoas impactadas, sendo 2.040 desalojadas, 28 desabrigadas, além de quase 9 mil pessoas que, de alguma forma, foram afetadas pelas inundações.
Na cidade, um rapaz foi levado pela correnteza ao pular no rio Muriaé. Outros três amigos conseguiram sair das águas agitadas. Os bombeiros iniciaram as buscas às 17h mas já interromperam pela baixa luminosidade. Os trabalhos serão retomados no domingo (26). A Defesa Civil e a Assistência Social da Prefeitura acionaram um psicólogo para prestar assistência aos familiares, que estão bastante abalados.
Em Porciúncula uma pessoa foi vítima da enchente (um músico).

Em Itaperuna uma pessoa ainda está desaparecida, depois de pular no rio Muriaé.
(Corpo encontrado no bairro matadouro)
Atualizado 12:57

O Estado Rio vai enviar 23 Milhões para ajudar as cidades e outra ajuda de medicamentos também está a caminho.
Em outro ponto da cidade, o G1 mostrou imagens de moradores pulando no valão durante a cheia, no bairro Cehab. Na ocasião, a Defesa Civil alertou para os riscos dessa prática.

G1 com Informações do Jornal Olhar. Atualizado 11:59

Nenhum comentário