PRF e Polícia Civil prendem quadrilha que falsificava cerveja


Polícia apreendeu cerca de 40,8 mil garrafas de cerveja adulteradas e prendeu 17 suspeitos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil prendem uma quadrilha especializada em falsificar cerveja em Barra Mansa, no sul fluminense. A prisão aconteceu na manhã de sexta-feira (8), quando os policiais descobriram um depósito clandestino de falsificação de cerveja.
Após diversas abordagens de rotina a caminhões transportando bebidas na região de Piraí, Volta Redonda e Barra Mansa, na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), as equipes da PRF começaram a desconfiar da procedência dessas mercadorias, em especial, das cargas de cervejas, levantando diversos indícios de que poderia se tratar de adulteração.
A partir dessas suspeitas, foi realizado um trabalho de troca de informações entre as polícias, que descobriram um depósito clandestino que falsificava cerveja em Barra Mansa.
Na noite de quinta-feira (7), foi interceptado um caminhão, com placa do Estado do Rio de Janeiro, que era suspeito de transportar cervejas clandestinas.

Por volta das 5h30 de sexta (8), os policiais entraram no depósito e flagraram várias cervejas com rótulos trocados por marcas famosas. Foram presos 17 pessoas e dois adolescentes apreendidos. Muitos dos que trabalhavam na fábrica eram dos estados do Tocantins e Goiás e viviam em condições precárias, sendo impedidos de saírem do galpão. Os empregados recebiam em torno de R$ 1 mil por mês.
Além disso, foram apreendidas cerca de 40,8 mil garrafas com quase 25 mil litros de cerveja.
A ocorrência foi encaminhada para a 94ª DP (Piraí).

Nenhum comentário