ENEL DISTRIBUIÇÃO RIO PREPARA ESQUEMA ESPECIAL DE ATENDIMENTO PARA RÉVEILLON E VERÃO 2019



·         Empresa investiu R$ 483 milhões em modernização e automação da rede elétrica de sua área de concessão nos nove primeiros meses do ano;


·         Em caso de emergência a empresa pode até triplicar o número de equipes para atendimento emergencial.


 - A Enel Distribuição Rio tem investido na melhoria contínua da qualidade do serviço prestado a seus clientes e montou um esquema especial para o Réveillon e Verão 2019. A companhia reforçará a sua equipe de operação e manutenção da rede elétrica durante a estação, especialmente nas regiões dos Lagos e Costa Verde, que concentram cidades de veraneio com um grande número de turistas na alta temporada.


Em casos de contingências causadas por condições climáticas extremas, como tempestades, a empresa poderá triplicar o número de equipes para agilizar o atendimento aos clientes. Além disso, os canais de atendimento funcionarão normalmente, 24 horas por dia. Já as lojas de atendimento estarão fechadas entre os dias 29 de dezembro e 01 de janeiro e abrirão normalmente a partir de quarta-feira (02).


A Enel contará ainda com duas subestações móveis que, somadas, têm uma potência de 45MVA e capacidade para suprir o fornecimento de energia equivalente ao consumo de uma cidade com 90 mil habitantes. As subestações poderão ser deslocadas para as cidades caso haja qualquer eventualidade durante a estação.

Modernização do Centro de Operação do Sistema

Para este verão, a empresa modernizou o seu Centro de Operação do Sistema (COS), com o incremento de novos equipamentos com tecnologia de ponta, que irão aperfeiçoar o processo de supervisão e controle em tempo real da rede elétrica da distribuidora. Além disso, o Centro passará a contar com um novo sistema de monitoramento meteorológico que permitirá antecipar mobilizações de recursos para o atendimento emergencial em casos de condições climáticas severas.


Investimentos na área de concessão

Nos nove primeiros meses desse ano, a Enel Distribuição Rio investiu cerca de R$ 483 milhões em sua área de concessão. Entre as prioridades, estão a modernização e a automação da rede de distribuição da companhia para melhorar a qualidade do serviço. A iniciativa consiste na instalação de equipamentos telecomandados e de um novo sistema de gestão, que permitem identificar e normalizar o fornecimento de energia com maior agilidade e de forma remota após falhas ocorridas na rede de distribuição. A empresa também realizou mais de 522.600 podas até o momento e ainda realizará adicionalmente cerca de 64.700 até dezembro em toda sua área de concessão.

Projeto Telecontrole

Para este verão a rede elétrica da empresa contará com 5177 equipamentos telecomandados, entre chaves e religadores de rede. Essa tecnologia permite que a distribuidora identifique e isole remotamente e com maior rapidez as falhas ocorridas na rede. Em casos de interrupção no fornecimento, é possível minimizar os impactos, reduzindo o número de clientes afetados graças a uma maior seletividade da rede elétrica.

Centros Satélites

A distribuidora conta com 11 centros-satélites e ao fim de 2018 serão 16, sendo 4 em Angra e 2 em Cabo Frio. Este projeto consiste em infraestruturas que abrigam equipamentos elétricos e eletrônicos controlados remotamente e que tornam a rede mais seletiva, diminuindo a quantidade de clientes afetados em determinadas situações de interrupção do fornecimento.

Queda de raios aumenta mais de 123%

Os investimentos em qualidade vão auxiliar a empresa a enfrentar uma das causas mais frequentes de interrupção do fornecimento de energia: a queda de raios. O sistema de monitoramento de descargas atmosféricas da Enel Distribuição Rio registrou, nos 10 primeiros meses de 2018, cerca de 129 mil raios na área de concessão da companhia. Este número é 123% maior que o registrado no mesmo período de 2017 e já antecipa uma tendência de acréscimo para o verão.

Tecnologia nas inspeções da rede elétrica

Equipamentos ágeis e tecnologia de ponta têm sido os grandes aliados da Enel Distribuição Rio na inspeção de rede elétrica em 2018. Desde o início do ano, a unidade conta com drones para verificar previamente necessidades de manutenção e identificar pontos para a realização de poda de árvores em linhas de transmissão, subestações e redes de média tensão. O trabalho se soma às vistorias feitas por helicóptero e por carros equipados com aparelhos eletrônicos de alta tecnologia.

O objetivo final é cobrir 7.5 mil quilômetros de linhas de transmissão e alimentadores de média tensão, dos quais 77%, isto é, 5,8 mil quilômetros, já foram atingidos até setembro, chegando a 33 linhas de transmissão, 15 subestações e 35 alimmentadores de média tensão – ao todo. Até o final de 2018 serão percorridos mais 1.200 quilômetros de linhas de transmissão e 500 quilômetros de redes de média tensão. Todas as atividades estão sendo intensificadas neste último trimestre, durante o chamado Plano Verão, para cumprir a meta anual.

Os benefícios da nova tecnologia já estão sendo contabilizados: neste ano, a Enel Distribuição Rio teve uma queda de 5% nos desarmes da alta tensão.

Nenhum comentário