Defesa Civil interdita Prédio na Pelinca

Segundo a Defesa Civil do Município, os moradores foram impedidos de dormi no imóvel e retirar os veículos que estavam na garagem após os danos estruturais em uma das colunas. O prédio está sendo ancorado por vigas de ferros enquanto Engenheiros e Arquitetos avaliam a situação.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, uma nova vistoria será realizada no imóvel para verificar a estrutura. Ainda não há previsão de quando os moradores poderão retorna aos imóveis. Não há autorização para entrada de moradores no local, nem para a retirada de pertences.

Relembre o caso

Moradores de um prédio de 14 andares, na Rua Mariano de Brito, no Parque Tamandaré, em Campos, tiveram que deixar o local por orientação da Defesa Civil depois que o edifício apresentou problemas estruturais no início da tarde deste domingo (25/11).

Segundo a Defesa Civil, moradores ouviram um barulho por volta das 11h, que poderiam indicar ruptura na estrutura do prédio. No local, é possível ver várias rachaduras ocasionadas por problemas estruturais em uma das colunas. Moradores disseram ainda que lutam na justiça para que a empreiteira conclua a obra inacabada. Os moradores foram autorizados a subir de dois em dois para buscarem seus pertences pessoais.

No início da tarde, técnicos da Defesa Civil estiveram na edificação e interditaram o térreo devido a rachaduras e queda de escoras. A Defesa Civil avalia a possibilidade de moradores vizinhos também deixarem a área.

Nenhum comentário