Prefeita de Italva é cassada, juntamente com seu vice na chapa

Na foto acima a prefeita Margareth ao lado do Marido Joelson (Inelegível)

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve a decisão de primeira instância e cassou o mandato da prefeita de Italva Margareth do Joelson e de seu vice Bruno Silva de Souza, o Bruninho.
O plenário do TRE manteve a decisão do juiz eleitoral Rodrigo Pinheiro Rebouças, proferida em dezembro do ano passado. De acordo com a sentença, ficou comprovado que houve promessa de emprego para eleitores em troca dos votos nos réus e ainda houve pagamento de exame médico em troca de pedido de votos.
A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que levou à cassação de Margareth é movida por Leonardo Orato Rangel, o Léo Pelanca (PSC), que concorreu a prefeito e perdeu com uma diferença de 141 votos.
A cassação em primeira instancia foi decidida na Comarca de Italva/Cardoso Moreira no dia (19/12).
A prefeita ainda pode entrar com Embargos de Declaração e Recurso Especial junto ao TRE, que não mudam o teor da decisão colegiada.
Ela também pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas fora do cargo. Que m deve assumir é o presidente da câmara que ficará no cargo até que seja feita uma nova eleição suplementar no município.
Pelo Jeito as coisas não andam bem para Prefeita, que apoiou o candidato a Deputado Federal, Júlio Lopes, que também não conseguiu a sua reeleição.
Fonte: Folha1, com informações do Jornal Olhar

Nenhum comentário