Prefeito e Vice de Porciúncula cassados


A Justiça Eleitoral cassou os mandatos de Léo Coutinho (PP) e Riandro Petrucci (DEM), respectivamente prefeito e vice de Porciúncula, no Noroeste Fluminense. A decisão do juiz Glicério de Angiolis Silva foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quarta-feira (25).
Os políticos são acusados de comprar votos na eleição de 2016, e, de de acordo com a decisão, eles teriam entregado material de construção no valor de R$ 200 a uma eleitora em troca de voto. A sentença é de primeira instância e os dois permanecem nos cargos enquanto recorrem da decisão.
Por meio de um áudio enviado ao G1 pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Porciúncula, o prefeito informou que se surpreendeu com a sentença e negou ter comprado votos. Léo disse também que ele e o vice-prefeito vão recorrer da decisão no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
“Acredito que nós vamos conseguir superar todas essas intrigas, essas questões menores que ficam se falando, para que a gente possa mostrar com muito trabalho o por que da confiança de mais de seis mil pessoas nas últimas eleições”, disse em trecho do áudio.

G1/Diário RJ

Nenhum comentário