Câmara Municipal de Rio das Ostras retoma sessões ordinárias


Durante recesso, vereadores participaram de reuniões e sessões extraordinárias

A Câmara Municipal de Rio das Ostras retomou nesta terça-feira, dia 6, os trabalhos legislativos, após o recesso de fim de ano. Na primeira sessão ordinária do ano, o procurador geral do Município, Renato Vasconcellos, leu mensagem enviada pelo prefeito Carlos Augusto e, em seguida, foram apresentadas as indicações dos vereadores, que também fizeram os discursos relacionados ao início do ano legislativo.     

“Em 2018, vamos continuar enfrentando os desafios e lutando pelo melhor para Rio das Ostras. No ano passado, meu primeiro ano como vereador, pude colaborar para tirar do papel, graças a grandes parceiros, algumas obras que levaram melhorias significativas à Saúde, Educação, Esporte e Segurança, o que representou uma economia aos cofres públicos de pouco mais de R$ 700 mil. Além disso, com mais de 40 indicações, conseguimos chamar a atenção do Executivo para diversas situações que precisam ser resolvidas em toda a cidade”, disse o vereador Braga.

O discurso do procurador geral da Prefeitura do Município, Renato Vasconcellos, fez um balanço das ações desempenhadas pelo Executivo no último ano. Ao mesmo tempo, apontou as demandas que ainda precisam ser melhoradas em áreas como Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura, Cultura e Lazer. "Os projetos do Executivo que serão aqui apresentados vão priorizar a utilidade pública, a prestação de melhores serviços e a busca pelo desenvolvimento econômico e social".

Na Câmara de Rio das Ostras, as sessões ordinárias acontecem as terças e quartas-feiras, sempre às 17h30min.

EXTRAORDINÁRIAS - Mesmo no período de recesso, a movimentação na Casa Legislativa foi intensa. Nesse período, foram votadas, por exemplo, a lei que regulamenta o Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros do Município e a criação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que trata da obrigatoriedade da inspeção e fiscalização sanitária e industrial dos de origem animal.

Nenhum comentário