Deputado Pudim e Chequinho na pauta do TRE desta segunda-feira

As atenções da política de Campos dos Goytacazes, no interior do Estado do Rio de Janeiro, estão voltadas para a sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) desta segunda-feira (9). Na pauta os pedidos de suspensão da Ação Penal do caso conhecido como “Chequinho”, pelo ex-governador Anthony Garotinho, e o mandato do deputado estadual Geraldo Pudim (PMDB), acusado de infidelidade partidária.
Pudim responde a ação, por ter trocado o PR, legenda pela qual se elegeu pelo PMDB. Em julho deste ano, o Ministério Público Eleitoral concedeu parecer favorável pela cassação. A ação foi proposta pelo PR, que é comandado no Rio de Janeiro pelo ex-governador Anthony Garotinho.
O jornal entrou em contato com Pudim para saber dele qual é a expectativa. O deputado estadual disse que está tranqüilo, consciente de que não cometeu nenhuma transgressão à legislação e que acredita na Justiça. “Estou traquilo, tenho convicção de que não fiz nada de errado. Mais tarde o tribunal vai confirmar que sofri uma perseguição”, falou o confiante Pudim.
O TRE julga também nesta segunda-feira o pedido do ex-governador Anthony Garotinho (PR) para suspender a Ação Penal (na qual foi condenado) até análise da suspeição arguida contra o juiz Ralph Manhães, que não está mais no caso em função da extinção da 100a Zona Eleitoral. A operação Chequinho teve desdobramento cível- eleitoral e criminal-eleitoral.
Fonte: O Diário

Nenhum comentário