Universidade será leiloada para pagar dívida por cópia pirata do Windows

A Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, terá que leiloar sua sede para pagar uma multa de R$ 42 milhões à Microsoft. O estabelecimento de ensino foi considerado culpado pelo crime de pirataria, depois de usar versões não originais do Windows. Nesta semana, a A 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro aceitou o recurso da gigante de tecnologia e autorizou o leilão do prédio, que fica em Ipanema, zona sul da cidade.
O edifício tem sete andares e é avaliado em R$ 128 milhões e foi oferecido pela direção da Cândido Mendes como garantia de pagamento da dívida, que não foi paga integralmente. Faltaram R$ 4,3 milhões correspondente a honorários dos advogados, o que gerou a necessidade do leilão.

Nenhum comentário