Polícia Civil prende ex-presidente da Câmara de Itaocara em operação contra fraudes em licitações


A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (14) a operação “Giga Byte”, com o objetivo de acabar com uma organização criminosa que segundo as investigações se especializou em fraudar licitações no Noroeste Fluminense. Duas pessoas foram presas. Outras seis pessoas foram ouvidas e computadores e documentos apreendidos.
Segundo o delegado da 135ª Delegacia Legal de Itaocara, Ronaldo Cavalcanti, durante a operação foram presos o ex-presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Michel Ângelo Machado de Freitas, e um empresário de Guaçuí, no Espírito Santo.
Ainda de acordo com o delegado, a organização fraudava licitações na contratação de serviços de informática e assessoria para as Câmaras de Vereadores de cidades da região.
Além das prisões, foram cumpridos mandados de busca e apreensão de documentos e computadores, e seis mandados de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento.
Segundo a Polícia Civil, os envolvidos na organização serão indiciados pelos crimes de lavagem de dinheiro, crimes contra a administração pública, supressão de documento público, prevaricação e sonegação fiscal.
Ainda de acordo com a Civil, a operação teve o apoio das delegacias de Cambuci, Bom Jesus do Itabapoana, São Fidélis, Santo Antônio de Pádua, Porciúncula, São Sebastião do Alto e Guaçuí.
G1

Nenhum comentário