Morre um trabalhador após explosão de plataforma.

Morreu um dos quatro trabalhadores vítimas de uma explosão em uma caldeira de máquinas do navio sonda NS-32 (Norbe VIII) no Campo de Marlim, na Bacia de Campos, na manhã desta sexta-feira (09/06). A informação foi confirmada à tarde pelo Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro/NF) e pela Odrebrecht, empresa responsável pela embarcação. De acordo com a Petrobras, outras duas vítimas têm o estado de saúde grave. Elas estão internadas no Hospital Público de Macaé.
Segundo a Odebrecht, o homem que morreu tinha 28 anos e era técnico em inspeções e calibração da empresa prestadora de serviços IMI (Instituto de Metrologia Ltda). A empresa ainda informou, em nota, "que está prestando todo o suporte necessário aos familiares".
O ACIDENTE
Além do funcionário da Odebrechet, há três trabalhadores quarteirizados pela mesma empresa (um caldeireiro e dois técnicos de caldeira).
explosão ocorreu às 7h48. As informações iniciais obtidas pelo Sindipetro-NF são de que dois dos trabalhadores feridos foram desembarcados pela aeronave de emergência. Os outros dois passam por avaliação médica a bordo da unidade e, posteriormente também foram levados para o Hospital Público.
Não houve incêndio, mas as operações na plataforma foram interrompidas. A explosão aconteceu durante manutenção em uma caldeira que não estava operando.
De acordo com o site Marine Traffic, no momento da explosão o NS-32 seguia, no Campo de Marlim, em direção ao Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). O Navio tem bandeira das Bahamas e foi construído em 2011.
 Reportagem:
 
 Fonte Redação/G1 Região dos Lagos/SindpetroNF

Nenhum comentário