AUDITORIA NA PREFEITURA DE ITAPERUNA TERMINA E APONTA GRAVES IRREGULARIDADES DA GESTÃO PASSADA


Para cumprir a promessa de campanha eleitoral e mostrar transparência em seu governo, o prefeito de Itaperuna, Dr. Marcus Vinícius, vem apresentar à população do município algumas irregularidades e déficit de mais de R$ 60 milhões apontados após auditoria realizada na Prefeitura Municipal durante quatro meses. 
Entre os problemas revelados durante a gestão passada, está a existência de funcionários fantasmas, com várias pessoas recebendo mais do que o próprio prefeito e sem exercer qualquer atividade. Além disso, há suspeita de falsificação de assinaturas, licitações superfaturadas, desequilíbrio fiscal, o não reconhecimento de despesas com INSS, FGTS e no Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), gastos com ações e serviços públicos de saúde (ASPS) executadas fora do Fundo Municipal da Saúde, além de veículos e máquinas armazenados à céu aberto, sem qualquer tipo de controle e há mais de sete anos sem licenciamento.
Outra irregularidade apresentada foi o desvio de mais de 9 milhões que foram descontados de funcionários e fornecedores e que não foram repassados aos devidos consignatários, caracterizando assim uma “apropriação indébita” de valores e crime previsto no artigo 168 do Código Penal Brasileiro.
A auditoria também apontou que existia um total descontrole na aquisição de materiais de consumo, pois não havia setor de almoxarifado com estrutura para atender às compras diárias. De acordo com o prefeito, todas as assinaturas de contratos e licitações serão passadas por exames grafotécnicos. 
“Não medirei esforços para resgatar não só a credibilidade e a confiança do povo e fornecedores, mas também reconduzir o município ao equilíbrio econômico-financeiro e assim retomar o crescimento que há muitos anos está estagnado em Itaperuna”, disse o prefeito.

ASCOM - PMI

Nenhum comentário