Deu onda ou deu Ruim? MC G15 e as suas ondas

O sucesso inesperado e súbito do hit “Deu onda” parece ter dado a seu criador, MC G15 uma tremenda dor de cabeça. E mais ainda a alguns contratantes que acusam o funkeiro de não cumprir com seus compromissos pré-agendados. Caso de Juliana Rodrigues, produtora há dez anos de casas noturnas no Rio.

Ela contratou um show de G15 para acontecer no Palaphita, bar badalado da Zona Sul do Rio. O cantor teria que ficar na casa durante meia hora. Mas em vez de dar onda, deu o cano. “Ele tinha quatro shows numa noite. Eu fui a primeira a contratar e tinha a prioridade da data. Até que entraram shows em Volta Redonda, Caxias e um na Barra da Tijuca. Fizemos um grupo com os quatro contratantes para estabelecer a logística e foi combinado que ele faria o de Volta Redonda às 23h30m e viria direto para o meu”, conta a produtora: “Ele saiu de Volta Redonda às 2h e foi direto para Caxias e depois para a Barra e não apareceu. Ninguém me deu satisfação”.

Juliana diz que o prejuízo da noite chega a R$ 50 mil. “Eles me pediram desculpas e ofereceram uma nova data. Não quero. O prejuízo foi muito maior que o cachê somente. Chorei a madrugada inteira, isso nunca me aconteceu. Ele não veio porque estava cansado, disse na van que queria parar num hotel e dormir. Estou estudando muito bem o caso para saber se o processo ou não”, entrega.

Não é de se estranhar. G15 estava em Campos dos Goytacazes quando recebeu a ordem de ir para São paulo fazer uma matinê. pegou um jatinho, fez o show e voltou para o Rio por volta das 22h. Foi direto para Volta Redonda. “O que aconteceu é que os shows atrasaram e ele cumpriu parte da agenda”, diz a assessoria do cantor.

Extra




Nenhum comentário