CETRAN CONVIDA PREFEITOS PARA MOSTRAR IMPORTÂNCIA DA PARTICIPAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NO SISTEMA NACIONAL DE TRÂNSITO


O presidente do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Antônio Damasceno, está convidando os prefeitos ou representantes dos 26 municípios fluminenses  que ainda não estão integrados ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT), para uma reunião, às 10h do próximo dia 13, no 14º  andar da sede do Detran, no centro do Rio, em que explicará a importância e benefícios que tal integração  pode proporcionar.
Como se sabe, o SNT é o conjunto de órgãos e entidades de trânsito que se integram com a finalidade de exercício das atividades de planejamento, administração, normatização, pesquisa, registro e licenciamento de veículos, formação, habilitação e reciclagem dos condutores, educação, engenharia, operação do sistema viário, policiamento, fiscalização, julgamento de infrações e de recursos e aplicação de penalidade.
Na sua palestra de orientação, Damasceno abordará as prerrogativas que os municípios passam a ter com a sua integração ao SNT, como, por exemplo, a aplicação de penalidades de multa por escrito; e a autuação, através de seus próprios agentes, ou indiretamente, através de policiais militares. Entre outros pontos, o presidente do Cetran falará ainda sobre a possibilidade de aumento da receita quando o município ganha competência para gerenciar diretamente os seus problemas de trânsito.
Os 26 municípios que não estão integrados ao SNT são os seguintes: Areal, Rio das Flores, Porciúncula, Rio Claro, Carapebus, Cardoso Moreira, Carmo, Quissamã, Duas Barras, Engenheiro Paulo de Frotin, Piraí, Guapimirim, São Fidélis, Aperibé, Italva, Itaocará, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Sapucaia, Silva Jardim, Sumidouro, Trajano de Moraes, Varre-Sai, Macuco, São José do Vale do Rio Preto e Cambuci.

Nenhum comentário