Responsive Ad Slot

Policial

Policial

Reunião em Hospital pode dar reviravolta em eleição em Campos

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

/ PPM

Depois de conceder uma entrevista à BBC Brasil (versão portuguesa da BBC de Londres), repercutida no site do Jornal O Globo, o secretário de governo de Campos e ex-governador do Rio, Anthony Garotinho afirmou na noite desta quinta-feira que já entregou parte das provas à Justiça e à Polícia Federal “para anular as eleições em Campos”.
O material, segundo Garotinho, "comprova a realização de um comício do prefeito eleito Rafael Diniz (PPS) no auditório do Hospital Dr. Bêda”. Ele afirmou que a unidade hospitalar, que integra o grupo Instituto de Medicina Nuclear e Endocrinologia (IMNE), contemplado com mais de R$ 4 milhões em repasses do Sistema Único de Saúde (SUS). “Portanto, a utilização do espaço de instituição conveniada com o governo para campanha eleitoral é conduta vedada pela legislação”. 

O material, que inclui vídeos já periciados a pedido do próprio Garotinho [ele assina como autor das denúncias], incrimina Rafael Diniz (PPS), o vereador eleito Claudio Andrade (PSDC) - que também participou do evento - e o empresário Herbert Sidney Neves, proprietário do Hospital Dr. Bêda e do site Terceira Via, que promoveu e apresentou o encontro.  “Queremos saber se os funcionários foram coagidos, se receberam algum tipo de vantagem pecuniária ou se estavam nesse evento por livre e espontânea vontade, porque pode haver outros agravantes”, disse Garotinho ao ser entrevistado pelo jornalista Roberto Barbosa, no programa Fim de Tarde, na Diário FM. A denúncia foi protocolada no juízo da 98ª Zona Eleitoral e na delegacia da Polícia Federal. 

Garotinho também destacou na entrevista que encaminhou à Corregedoria da Polícia Federal denúncia contra o delegado Paulo Cassiano, que comanda as investigações do inquérito e apura uso do Cheque Cidadão nas eleições. “Nessas denúncias estão anexadas provas de que ele promoveu 'comes e bebes' para festejar a vitória de Rafael Diniz. Não sei se foi almoço ou jantar, isso ele terá que explicar ao corregedor”, disse.
Na mesma entrevista à BBC Brasil, Garotinho também afirmou que houve fraudes nas eleições. “Anote o que estou falando: as eleições de Campos serão anuladas”, destacou. 
VEJA O VÍDEO DA POLÊMICA ABAIXO:


Mais
© Jornal Olhar
Todos os direitos reservados.