Responsive Ad Slot

Policial

Policial

Alimentos sustentáveis serão as estrelas no Rio Gastronomia

domingo, 6 de novembro de 2016

/ Jornal Olhar
Evento começa nesta sexta e conta com a presença de produtores rurais  que adotam técnicas agroecológicas 
A gastronomia sustentável tem sido cada vez mais defendida por chefs renomados do país e do exterior. A prática, que nada mais é do que utilização racional de alimentos orgânicos e com baixo impacto socioambiental, busca valorizar o protagonismo dos agricultores familiares na produção de alimentos saudáveis e suas relações afetivas com a terra. Os chefs adeptos dessa gastronomia priorizam os produtos da época cultivados em locais próximos, respeitando a sazonalidade das lavouras, reduzindo gastos e a emissão de gases de efeito estufa com o transporte.
Essa nova visão gastronômica estará presente na quarta edição do evento 'Rio Gastronomia', que começa nesta sexta (4) e segue até 13 de novembro, no Pier Mauá, no Rio de Janeiro. Produtores apoiados pelo Rio Rural, programa da Secretaria estadual de Agricultura, serão responsáveis por apresentar alimentos que têm a garantia da sustentabilidade no processo de cultivo. Isso porque o Rio Rural incentiva a adoção de práticas agroecológicas que, aliadas à preservação dos recursos naturais, promovem a melhoria da qualidade de vida dos agricultores.
chef Isaías Neries, que há 10 anos comanda a cozinha do Parador Lumiar, em Nova Friburgo, é o único que já participou de todas as edições do evento. Ele tem valorizado cada vez mais os alimentos produzidos de forma sustentável e grande parte dos insumos que utiliza são orgânicos, muitos deles adquiridos com os próprios agricultores locais. Quem cozinha alimenta não apenas o corpo, mas também a alma. Trabalhar com produtos sustentáveis e elaborar pratos saborosos e de qualidade não é mais uma tendência, é a forma mais simples e saudável de se trabalhar com gastronomia”, comenta o chef.
A agroindústria Armazém Sustentável, conhecida por suas conservas de berinjelas e geleias, é uma das iniciativas apoiadas pela Secretaria estadual de Agricultura por meio dos programas Rio Rural e Prosperar. Localizada na comunidade do Brejal, região de referência na produção de orgânicos no estado, procura manter sua filosofia em diversos aspectos do negócio: além de ter certificação orgânica pela Abio, 90% dos insumos vêm da agricultura familiar local. 
“Os incentivos dos programas Prosperar e Rio Rural nos estimulam e provam que estamos no caminho certo da produção sustentável. Acredito que devemos isso ao planeta”, opina Gustavo Aronovikc que, junto com o sócio Luiz Henrique Fonseca, trabalha com alimentos orgânicos há seis anos.
Para a chef Teresa Corção, que também estará no Rio Gastronomia, as práticas ambientalmente adequadas no campo são parte importante das estratégias para exercer sua profissão. Proprietária do restaurante O Navegador, no Rio de Janeiro, ela fundou e preside o Instituto Maniva – que utiliza a gastronomia como ferramenta de transformação social – e o grupo Ecochefs, cozinheiros com responsabilidade socioambiental. “O Rio de Janeiro tem centenas de produtores que trabalham de forma sustentável. Adquirir esses alimentos aqui mesmo em nosso estado é importante para o sistema produtivo e para o setor gastronômico”, destaca.

Mais
© Jornal Olhar
Todos os direitos reservados.