PF investiga fraude em licitação na Câmara.


A Polícia Federal cumpre hoje (15/01) cinco mandados de busca e apreensão na Câmara de Vereadores do município de Macaé/RJ. A investigação decorre da “Operação Marco Zero”, deflagrada no final do ano de 2014, que apurou fraudes na prefeitura de Carapebus/RJ. Os mandados foram expedidos pela 1º Vara Criminal de Macaé.

No decorrer do inquérito policial a PF identificou sete processos licitatórios com indícios de fraude que era perpetrada através da restrição de competitividade dos certames, objetivando o seu direcionamento para empresas pré-determinadas. Para tal, a engrenagem criminosa contava com a participação de um jornal local que publicava os dados da licitação no caderno de classificados, sem atender aos requisitos legais exigidos para a publicidade dos atos.

O objetivo das ações de hoje é a identificação das empresas vencedoras das licitações suspeitas e os seus respectivos representantes, além dos servidores públicos e agentes políticos que possam ter participação nos ilícitos. Os documentos apreendidos serão analisados para confirmar as fraudes licitatórias, além dos possíveis crimes de associação criminosa e peculato.

JORNAL DO BRASIL

Nenhum comentário