LULA, a Namorada, o negócio de Diamante e o Ministério Público.


O ESCÂNDALO político que a imprensa de Portugal vem trazendo à tona, envolvendo o ex-Presidente Lula e seu Chefe da Casa Civil, José Dirceu, atualmente preso em Curitiba, vai ter desdobramentos. Uma notícia publicada pelo Jornal Eletrônico editado em Lisboa, Correio da Manhã mostra um negócio nebuloso envolvendo DIAMANTES   e que seria “tocado” pela toda poderosa nº 02,

Rosemary Noronha, conhecida nos subterrâneos do Palácio do Planalto simplesmente como “Rose”, a SEGUNDA.  Essa personagem “sombria” reponde a processo criminal na Justiça Federal por improbidade, formação de quadrilha, falsificação e outros delitos típicos de servidor público.

De nada vai adiantar a PATRULHA alegar que trata-se de notícia velha, requentada. De fato é um sólido indício de que o Brasil foi pilhado por uma sofisticada quadrilha.


Os 25 milhões de euros que a ex-chefe de gabinete da presidência brasileira em São Paulo terá depositado em nome de Lula da Silva numa agência do Banco Espírito Santo (BES), no Porto, serão provenientes do comércio ilegal de diamantes. DARYe acordo com o site Alerta Total, Rosemary Noronha fez dezenas de viagens à Europa para negociar a venda das pedras preciosas.

O site brasileiro afirma que os serviços secretos militares de Brasília descobriram que ‘Rose’ (que se apresentava como namorada de Lula) negociou diamantes na Bélgica, Holanda, França, Alemanha e Inglaterra. As pedras seriam originárias de negócios obscuros em África por pessoas ligadas ao Partido dos Trabalhadores e sairiam ilegalmente desses países. O passaporte diplomático que Rosemary usava facilitava as deslocações sem que a sua bagagem fosse revistada. Além das viagens que fez na comitiva presidencial a 24 países, sem que o seu nome constasse em documento algum, Rosemary deslocou-se várias vezes sozinha a França, Suíça, Inglaterra e Portugal. Anthony Garotinho, deputado e ex-governador do Rio de Janeiro, divulgou no seu blogue que Rosemary aproveitou uma das viagens oficiais de Lula a Portugal para entrar no Porto com 25 milhões de euros nas malas diplomáticas. A fortuna terá sido depois transportada, em carro-forte, do aeroporto até uma agência do BES, que já negou toda a história. Garotinho aproveitou a presença no Congresso do ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, para exigir rigorosa investigação e que o governo forneça mais pormenores sobre as viagens de ‘Rose’. OPOSIÇÃO QUER IMPOR COMISSÃO DE INQUÉRITO Os partidos de oposição a Dilma Rousseff começaram ontem a recolher assinaturas para criarem no Senado uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias envolvendo Rosemary Noronha e outros altos funcionários do governo acusados de corrupção. No Senado, o bloco dos partidos de oposição tem apenas 15 votos, e para se criar uma comissão desse tipo são necessários 27, mas os senadores oposicionistas acreditam que conseguirão convencer apoiantes do governo a apoiarem a iniciativa.

Rosemary Noronha, ex-segunda-dama, ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo e quadrilheira posta em recesso pela Polícia Federal. Alvo de uma ação criminal por corrupção passiva, tráfico de influência e falsidade ideológica, Rose foi denunciada pelo Ministério Público Federal, no mês de maio deste ano, por improbidade administrativa.



clique na imagem para ampliar.

Os petistas falam em perseguição a Lula. Não querem ver tudo começou com a Operação Lava Jato, o juiz Sérgio Moro e as delações premiadas. A partir daí é que um contou uma coisa, a Polícia Federal e o MPF acharam documentos e aí uma coisa vai levando a outra, quando mais se puxa, mais vai vindo à tona. Os petistas esquecem por exemplo, o fim que levou a investigação do caso Rosemary, a amiga-secretária de Lula. E a célebre viagem a Portugal? Nesses casos a apuração parou para preservar Lula. A realidade é que no cenário político atual os petistas têm muito mais medo de que Lula não chegue bem a 2018, do que a oposição teme a sua presença numa nova disputa eleitoral. 


Fonte: http://cristalvox.com.br/Brasil 247

Nenhum comentário