Ex Prefeito sofre atentado e deixa Hospital


O ex-prefeito de São Fidélis Davi Loureiro segue internado no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna, na Região Noroeste Fluminense. Ele foi vítima de um atentado a tiros na tarde da última sexta-feira (13), na RJ-116, na altura da localidade de Carrapichão, em Miracema. Davi dirigia um Gol prata, quanto foi interceptado por dois homens em uma motocicleta, que efetuaram vários disparos em direção ao veículo. A informação é que foram em torno de 20 disparos.
Neste sábado (13), durante o Programa Entrevista Coletiva da Rádio Diário FM – 100,7 MHZ, o ex-governador Anthony Garotinho informou que ele e esposa, a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, estiveram no dia anterior no hospital para acompanhar de perto todo o atendimento médico a Davi. Garotinho informou que o ex-prefeito fidelense deverá permanecer internado até este domingo, quando a equipe médica irá avaliar se ele passará ou não por cirurgia para a retirada da bala alojada na região da nuca.
Outro tiro atingiu a região do tórax, mas, de acordo com Garotinho, nenhum órgão vital foi atingido. “Eu quero tranqüilizar os amigos de Davi e dizer que ele está bem, lúcido. Com a pressão um pouco alta, mas é normal diante ao susto que tomou”, ressaltou. Antes de ser transferido para Itaperuna, Davi foi socorrido por uma viatura da Polícia Militar (PM) para o Hospital de Miracema, onde recebeu os primeiros socorros.

Atualizado:
Nesse domingo dia 15, recebeu alta do Hospital São José do Avaí, em Itaperuna. Uma bala ainda estaria alojada na costela do ex-prefeito e ele estaria sendo mantido em local seguro.a
Investigação – Garotinho, em entrevista ao jornalista Roberto Barbosa, no programa “Fim da Tarde”, na Diário FM, afirmou não ter “dúvidas de se tratara de um crime político”. O ex-governador lembrou que Davi denunciou uma “máfia” especializada em falsificação de carteiras de motorista e ultimamente estava tratando o processo de expulsão do deputado Jair Bittencourt, do PR, por infidelidade partidária. O crime está sendo investigado na 137ª  Delegacia de Polícia (DP) de Miracema.
Entenda o caso da Falsificação das carteiras de Habilitação:
A situação política em São Fidélis, município vizinho a Campos está efervescente e preocupante. O prefeito Fenemê (PMDB), candidato à reeleição, segundo os jornais (vide abaixo) está envolvido com uma máfia que derramou carteiras de motorista falsas. Ele é dono de uma auto-escola que participava do esquema e há testemunhas que afirmam que negociaram as carteiras diretamente com ele. Por conta disso a turma de Fenemê andou fazendo ameaças ao ex-prefeito de São Fidélis, Davi Loureiro, atual candidato do PR à prefeitura, que estampou a notícia no seu blog. Davi Loureiro já registrou até queixa na polícia. 
Reprodução do jornal O Diário, de Campos
Reprodução do jornal O Diário, de Campos

Nenhum comentário