Inaugurada a Cidade da Criança!

Prefeita Rosinha Garotinho deu posse ao prefeito-mirim Esaú da Silva Gonçalves Fernandes. Foi um dia de muitas emoções, lazer e cultura vividos por alunos da rede municipal
“A Cidade da Criança ficou bonita, maravilhosa”. Esta foi a afirmação de Kaike Rodrigues dos Santos, 10 anos, aluno do 5º ano da Escola Municipal Carlos Chagas, de Travessão de Campos. Ele e milhares de crianças da rede municipal de ensino visitaram nesta segunda-feira (12/10), no Dia das Crianças, a Cidade da Criança Zilda Arns — o primeiro parque temático educativo e de lazer da região. O espaço foi aberto pela prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, para um teste de comportamento com 1,2 mil visitantes. A abertura oficial está prevista para final de novembro ou início de dezembro deste ano, com a garantia de que a festa de Natal será no espaço que hoje deixou de ser abandonado.
Kaike se divertiu na tirolesa, no muro de escalada, mas as águas interativas foram as que mais chamaram a atenção não só dele, mas da maioria dos meninos e meninas. “Isso aqui está muito bom. Não quero ir embora”, disse. A estudante Maria Eduarda Belmiro, 9 anos, aluna do 4º ano da rede municipal, disse que ficou encantada com o espaço. “Vou pedir para a minha mãe me trazer mais vezes”, revelou.

O motorista Ciro Henriques Ribeiro, 28 anos, levou a filha Nicole Ribeiro, de 2 anos, para conhecer o parque. “Ficou o máximo. Muito bom hoje nós termos um espaço onde as nossas crianças possam se divertir de maneira bastante infantil, afastando-as da internet e das ruas”, revelou.
No total, a Cidade da Criança conta com seis prédios, um castelo (onde funcionará uma brinquedoteca), três blocos e duas geodésicas (estruturas metálicas, onde funcionarão o Espaço para Ciência e o de vídeo). Nos blocos I e II funcionarão lojas e, no bloco três, estão os banheiros, vestiários e fraldários. No prédio principal, tombado pelo patrimônio histórico, funcionará a administração. Serão também 12 lojas, pista de circuito mirim para ensinar educação no trânsito e ciclovia.
De cracolândia a parque temático, único do norte fluminense
Crianças se esbaldaram na tirolesa e no espaço Águas Interativas
Crianças se esbaldaram na tirolesa e no espaço Águas Interativas
A prefeita Rosinha Garotinho disse que “na década de 30 o espaço era uma escola aberta. Na década de 40 se transformou no Parque Alzira Vargas. No prédio histórico, que foi totalmente restaurado, funcionou a Secretaria de Educação e a Guarda Civil Municipal (GCM). Toda a área depois ficou abandonada e virou uma cracolândia. Hoje vejo a felicidade nos olhos das crianças num parque todo voltado para o lúdico”, comentou.
Rosinha explicou que a Cidade da Criança ficará fechada às segundas-feiras para manutenção. Das terças às quintas-feiras será aberta para visitação pré-agendada de escolas das redes municipal, estadual e particular. E das sextas aos domingos será aberta para o público em geral. “Em breve a Cidade da Criança se transformará num ponto turístico. Para o próximo ano, as aulas de física, matemática, química e de teatro da rede municipal serão na Cidade da Criança”, garantiu a prefeita, esclarecendo que a administração da Cidade da Criança é da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes e da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca).
A Cidade da Criança recebe o nome Zilda Arns, em homanegem à fundadora da Pastoral da Criança, entidade que tem o apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e atua em 27 países.
Área de 8 mil metros quadrados cercada de muito verde
Rosinha deu posse ainda ontem ao prefeito mirim da Cidade da Criança, Esaú da Silva Gonçalves Fernandes, 13 anos. Além dele, também tomaram posse o vice-prefeito, Pedro Henrique Manhães, e o secretário Lucas Pessanha Cravo. Participaram da cerimônia de posse o Príncipe e a Princesa e a Miss Universo Mirim, Mariana Vigneron. Segundo Esaú, o seu objetivo é proporcionar cada vez mais alegria para as crianças. “A nossa intenção é sempre vê-las felizes e trabalhar sempre para melhorar a cidade para o bem de todas as crianças”, revelou.
As crianças chegavam e eram levadas pelo prefeito e toda a equipe para visitar a área de 8 mil metros quadrados cercada de verde. O arborismo conta com torres para que as crianças possam praticar a tirolesa e também há um navio de madeira e equipamentos para escalada, seguindo normas de segurança. É uma estrutura com padrão e acabamento diferenciados, inédita no interior do Estado do Rio de Janeiro. Devido ao estilo medieval, os acabamentos são arredondados e utilizadas muitas formas geométricas.
city4
Ciro Henriques Ribeiro levou a filha Nicole Ribeiro, de 2 anos, e disse que a Cidade da Criança ficou o máximo
city7
city6

Nenhum comentário