Prefeito do PMDB e Vice do PT são multados


O prefeito reeleito de Arraial do Cabo, Wanderson Cardoso de Brito, o Andinho (PMDB), e o vice, Reginaldo Mendes Leite (PT), foram multados em R$ 5,3 mil cada. Ao confirmar a condenação por conduta vedada a agente público na campanha à reeleição de 2012, o TRE-RJ, entretanto, afastou a pena de oito anos de inelegibilidade, que havia sido aplicada pelo juiz da 146ª Zona Eleitoral. "Sob a ótica eleitoral, os fatos não se demonstram graves o suficiente para ensejar essa sanção", disse o relator do processo, desembargador federal Abel Fernandes Gomes, que foi acompanhado por unanimidade. Cabe recurso da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) foi proposta pela coligação adversária "Arraial Para Todos" (PDT/PP). Em 2012, a campanha de Andinho e Reginaldo Leite utilizou três veículos alugados à Empresa Cabista de Desenvolvimento Urbano e Turismo (Ecatur), pagos com verbas municipais. Um deles, uma Kombi de carroceria fechada, foi fotografada com adesivos da campanha e a placa "a serviço da PMAC" (Prefeitura Municipal de Arraial do Cabo). O presidente da sociedade de economia mista Ecatur, Francisco Eduardo Freire, também foi punido com multa de R$ 5,3 mil.

Confira o Processo relacionado: RE 32046

Ascom TRE-RJ

Nenhum comentário