Câmara realiza sessão especial no 8º Encontro de Astronomia

O 8º Encontro INternacionl de Astronomia e Astronáutica será realizado entre os dias 09 e 11 próximos, nas dependências do Instituto Federal Fluminense, com solenidade especial na Câmara de Vereadores de Campos, na sexta-feira, dia 10, às 14 horas, quando alguns cientistas estrangeiros falarão sobre a importância do evento. Os participantes receberão fones para tradução simultânea.


Estarão presentes ao encontro, como ocorre todos os anos, cientistas de várias partes do país, principalmente de universidades e clubes de astronomia, assim como astrônomos amadores e interessados nos avanços da astrofísica e astronáutica. Organizado pelo Clube de Astronomia Louis Cruls, de Campos, e coordenado pelo doutor Marcelo Oliveira, físico e professor da UENF, o encontro terá palestras e cursos gratuitos. O 8º Encontro de Astronomia e Astronáutica  tem apoio do IFF, da Câmara Municipal e o reconhecimento da UNESCO.
Os convidados de outros países e da Agência Marcos Pontes: 
Anousheh Ansari (Irã – EUA) -Em 18 de setembro de 2006, Ansari subiu ao espaço numa nave russa a Soyuz TMA-9, para uma estadia de nove dias a bordo da Estação Espacial Internacional, a primeira mulher turista a visitá-la. Anousheh Ansari dá nome ao prêmio Ansari X Prize, oferecido pela fundação X-Prize a quem fizesse o primeiro voo espacial sub-orbital independente da história. Anousheh lançou uma autobiografia que foi traduzida para o português. Esteve no Brasil em duas oportunidades, sendo uma para o encontro de astronomia e outra para a Bienal do livro, na Praça São Salvador em 2010. 
Stephen Ramsden (EUA) -fundador e diretor do maior programa sem fins lucrativos de popularização de astronomia no mundo, O Projeto de Astronomia Solar  Charlie Bates (SBSAP, na sigla em ingês) possui os famosos sites solarastronomy.org e solarscopereviews.com. CBSAP oferece alta tecnologia para divulgação da Astronomia de forma absolutamente gratuita a mais de 250.000 pessoas no mundo anualmente.http://www.stephenramsden.com/
Patrick Miller (EUA) -fundador e diretor da Campanha de Busca Astronômica Internacional (IASC). Um magnífico programa internacional de busca de asteroides com a participação de estudantes de ensino médio e de universidades. Os estudantes de Campos dos Goytacazes realizaram em 2014 a descoberta de 63 asteroides através de participação na Campanha Pan-Starrs coordenada pelo IASC.http://iasc.hsutx.edu
Oded Ben-Horin (Noruega) - Coordenador de Projetos do projeto Comenius Multilateral UE CREAT-IT. CREAT-IT explora a criatividade no ensino da ciência interdisciplinar inspirado nas artes nos seguintes países: Noruega, Reino Unido, Grécia, Sérvia, Itália e Bélgica. Ele é, junto com o professor Magne Espeland, o idealizador do "Escrever uma Opera de Ciência" (WASO), uma metodologia educacional que atua em cinco países europeus (www.hsh.no/waso). Oded vai, em 2015, coordenar o projeto "SkyLight: a Opera Global Science" com a Rede de Formação de Professores Galileu. O projeto foi oficialmente endossado pela União Astronômica Internacional (IAU). Referência: http://prosjektsider.hsh.no/waso/team-members/oded-ben-horin/
Cláudio Melo (Brasil - Chile) é o chefe do escritório para Ciência no Chile do ESO. Seus principais interesses são encontrar planetas em diferentes ambientes, tais como aglomerados abertos, estrelas pobres em metal e jovens estrelas. Do ponto de vista técnico, Claudio está familiarizado com medições de alta precisão de velocidades radiais e está interessado em como superar as diferentes fontes de ruído para atingir os 10cm / s de precisão com ESPRESSO e, eventualmente, encontrar uma exo-Terra. Para os próximos anos, ele está disposto a desenvolver novos projectos no domínio da Astrobiologia.
Mike Simmons (EUA) é astrônomo amador há 40 anos e adora compartilhar o céu com os outros. Mike participou da Los Angeles Astronomical Society no início de 1970 e participou ativamente da sociedade, incluindo dois mandatos como Presidente e dez anos no Conselho de Administração. Vendo astronomia como um interesse universal, que transcende as diferenças culturais, Mike fundou os Astrônomos Sem Fronteiras (AWB) em 2006. Mike é também um escritor e fotógrafo, que tem contribuído para publicações como Scientific American, Astronomy and Sky and Telescope, onde ele é um editor contribuinte.
Em 2005, Mike recebeu o Clifford W. Holmes Award, uma honraria concedida anualmente pela RTMC para uma "grande contribuição para a popularização da Astronomia". Em 2009, Mike recebeu o prestigioso Prêmio G. Bruce Blair concedido anualmente para os astrônomos amadores pelas "excelentes contribuições para a astronomia amadora." O planeta menor Simmons foi nomeado em sua honra em 2003, em parte por suas "atividades de extensão variadas em astronomia."
Pedro Ré (Portugal) - Astrônomo amador há mais de 40 anos, principalmente interessado em fotografar o céu (céu profundo, mas também o sistema solar). Ao longo dos anos, ele tem acumulado alguns telescópios que estão em dois observatórios diferentes (teto em roll-off e domo), em sua casa localizada no centro de Portugal.
Ele começou a fotografar os céus através de fotografia à base de emulsão convencional, mas agora se voltaram para CCD. Ele agora tem várias câmeras CCD, incluindo uma SBIG ST-7, SBIG ST-8E, uma SBIG ST-10XE e SBIG STL11000. Muitas de suas imagens já foram publicadas em várias revistas de Astronomia: Sky and Telescope; CCD Astronomy; Astronomy; Astronomy Now; Astronomy Magazine; Ciel et Espace ...
Ele é um biólogo marinho e professor da Universidade de Lisboa / Portugal (Faculdade de Ciências). Pedro Ré tem PhD em Ecologia Animal (1984) e os seus atuais interesses de investigação são principalmente lidar com o estudo de Plânctons e Ecologia do Fundo Oceânico.
Martin Makler- Cosmólogo do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas. Sua pesquisa é voltada para estudos de lentes gravitacionais, aglomerados de galáxias, matéria e energia escuras e a estrutura em grande escala do Universo. Ele promoveu a participação brasileira na colaboração internacional Dark Enertgy Survey e coordena a participação brasileira em levantamentos multi-comprimento de onda na região celeste equatorial conhecida como Stripe 82.
Marcos Palhares - Agência Marcos Pontes - Foi o primeiro brasileiro a atingir a estratosfera a bordo de um caça supersônico Mig-29. Nesta experiência, vivenciou também a quebra da barreira do som e diversas manobras aéreas onde as forças G agem de maneira esmagadora, simulando um exercício de combate aéreo conhecido como dog-fight. Será um dos primeiros turistas espaciais em órbita e provavelmente um dos primeiros 1000 seres humanos (ticket número 362 Pionner) a realizar esta proeza.
Avelino Ferreira

Nenhum comentário