Bolsonaro acusa Jean Wyllys de 'heterofobia'


“Heterofobia”. Essa foi a alegação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) para a cena envolvendo ele e o também deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) em um voo entre Rio de Janeiro e Brasília na última terça-feira (7). Isso porque Jean se negou a ficar no assento ao lado de Bolsonaro dentro do avião.

“É uma clara demonstração de intolerância, preconceito, discriminação. (…) Se fosse eu quem tivesse praticado tal atitude, pelo PLC 122/2006 (Senado), que criminaliza a homofobia, estaria sujeito a pena de 1 a 3 anos de reclusão, além de perda do mandato, e o fato seria noticiado pela maioria dos telejornais. DIREITOS IGUAIS SEMPRE!”, escreveu Bolsonaro em seu Facebook.

A postagem do deputado do PP repercutiu bastante e foi compartilhada por mais de 27 mil pessoas até o momento. Nos comentários, milhares de seguidores manifestaram apoio a Bolsonaro, criticando Jean Wyllys. Até o momento o parlamentar do PSOL não se pronunciou sobre as acusações do colega de Câmara.

Assista ao vídeo gravado por Bolsonaro que mostra a cena em questão:


yahoo

Nenhum comentário