Suspeitos de homicídio em Magé são presos pela PRF na BR-101 em Campos



Dois homens suspeitos de terem praticado um homicídio em Magé, Região Metropolitana do Rio, foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em abordagem na BR-101, em Campos, na tarde desta quarta-feira (04/03).
Por volta das 14h, a Central de Informações Operacionais (CIOP) da PRF recebeu uma informação da Polícia Militar de que ocupantes de um automóvel vermelho, com placa de Campos, estariam praticando assaltos na rodovia Rio-Magé (BR-116). Logo depois, um homem foi encontrado morto dentro de um carro, modelo Jetta de cor preta, no banco do motorista, na mesma região.
A CIOP informou às unidades operacionais da PRF, que montaram barreiras em alguns pontos. No final da tarde, por volta das 17h30, policiais rodoviários federais da 8ª Delegacia em Campos conseguiram abordar os suspeitos, na altura do km 90 da BR-101, em Campos.
O carro, modelo Ceratto, era conduzido por um homem de 54 anos e tinha outro de 27 anos como passageiro. Inicialmente eles disseram ser pai e filho e que estavam vindo de Guapimirim, onde trabalhariam com vendas. Em uma consulta aos sistemas de segurança, os agentes da PRF constataram que havia três mandados de prisão para o motorista, pelos crimes de estelionato e receptação, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. O passageiro também já havia sido indiciado em diversos inquéritos policiais.
Eles acabaram confessando terem cometido o assassinato na Rio-Magé. De acordo com o motorista, a vítima estaria lhe fazendo ameaças por causa de dívidas. Ele disse ainda que o tiro que matou o homem teria sido dado pelo seu comparsa. A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense foi até o local e investiga o caso.
Em uma revista no carro, os policiais rodoviários federais ainda encontraram um revólver calibre 38, com capacidade para seis munições e cinco delas intactas. A arma estava escondida embaixo do banco traseiro. O estepe do veículo dos suspeitos tinha uma perfuração com indícios de ter sido feita por arma de fogo.
Os detidos foram encaminhados para a 134ª Delegacia Legal. 

FONTE: JORNAL URURAU

Nenhum comentário