Rio Rural Emergencial lançado em Italva para atender produtores rurais



O Rio Rural Emergencial está oficializado e pequenos produtores do Norte e Noroeste fluminense passam a contar com importante aliado para o enfrentamento dos efeitos da estiagem nas áreas rurais. Para ter acesso aos benefícios, os proprietários deverão adotar as práticas indicadas pelo programa Rio Rural, que promove a agricultura sustentável em 350 microbacias do estado.
A solenidade de lançamento foi realizada na manhã desta segunda-feira (26/01), na cidade de Italva, Noroeste do Estado, pelo governador Luiz Fernando Pezão; o vice governador Francisco Dornelles; o secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo; do representante do Banco Mundial, Gregor Wolf, além de prefeitos e produtores rurais dos municípios das Regiões Norte e Noroeste, que serão beneficiadas.
A novidade anunciada foi do novo valor a ser aplicado no plano de contingência. Com recursos do Banco Mundial, por intermédio do Programa Rio Rural, na ordem R$ 30 milhões e agora mais R$ 23 milhões do governo do estado, chega-se ao valor de investimento na ordem de R$ 53 milhões.
O investimento tem como objetivo a aplicação em ações de implantação de sistemas de nutrição para os rebanhos, que sofrem com a falta de pasto, e na perfuração de poços artesianos para uso coletivo. Para execução do plano, foi criada uma força-tarefa formada por técnicos das empresas vinculadas à Secretaria estadual de Agricultura – Emater-Rio e Pesagro-Rio – e da Defesa Agropecuária.As ações devem beneficiar cerca de 13 mil pequenos produtores prejudicados pela estiagem e serão executadas durante todo o ano de 2015. 
“Não podemos retroceder. Ao mesmo tempo em que nos preocupamos com a cidade grande, estamos de olho no interior. Não existe estado e região metropolitana fortes sem o interior forte. Na próxima quarta-feira, levaremos à presidente Dilma um grande plano de reflorestamento para que o campo e a cidade possam preservar suas águas”, frisou.
Desde 2007 o Rio Rural vem promovendo a produção sustentável com projetos de recuperação de nascentes, replantio de matas ciliares, implantação de áreas de recarga, entre outras, cuidando do principal produto para a agropecuária, que é a água.
“O programa Rio Rural é um produtor de água e fundamental para a prevenção de secas. Já temos 1.270 nascentes preservadas, 72 mil famílias atendidas e até 2016 serão investidos R$ 500 milhões na recuperação da agricultura com sustentabilidade”, explicou o secretário.
Após a solenidade, o governador, o secretário e o representante do Banco Mundial acionaram a bomba de ligação do primeiro poço tubular aberto pelo Rio Rural Emergencial, que vai atender a oito famílias de agricultores, no Assentamento Rural da Fazenda Experimental de Italva, na microbacia Valão Carqueja, em Italva.

RENEGOCIAÇÃO DE FINANCIAMENTOS

O governador Luiz Fernando Pezão encaminhará ofícios ao Banco do Brasil e Caixa Econômica solicitando a prorrogação de todos os financiamentos rurais, de investimento e custeio destas instituições financeiras, assim como das linhas de créditos que contam com recursos estaduais.
“O Rio de Janeiro está sendo assolado por uma das maiores estiagens de todos os tempos. Ações emergenciais como a abertura de poços tubulares, construção de silos hídricos, recuperação de açudes e suplementação alimentar para os rebanhos, entre outras, vão colaborar para que pequenos produtores possam recuperar suas atividades produtivas”, disse Christino Áureo.

FONTE: JORNAL URURAU

Nenhum comentário