Pezão dá posse nesta segunda ao novo secretariado com várias mudanças




Depois de ser empossado no dia 1º/01 para o novo mandato de governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão dará posse ao seu novo secretariado nesta segunda-feira (05/01), às 10h, em solenidade que ocorrerá no Palácio Guanabara.
Os nomes já foram todos devidamente anunciados na última semana, acabando, portanto, com as especulações que sempre dão o tom do noticiário político e ainda, dos partidos aliados. Vale destacar que diferente do que ocorrera no governo de Sérgio Cabral, o Partido dos Trabalhadores (PT), que não se aliou ao governador reeleito no último pleito, foi preterido e não terá espaço algum na nova gestão.
Apesar de muitos novos nomes, Pezão manteve boa parte do secretariado que herdou de Sérgio Cabral, em mandato que além de vice governador, também foi o secretário de obras. Nomes como os de José Mariano Beltrame , que chega a seu oitavo ano à frente da segurança pública do estado, e do Coronel Sérgio Simões, na Defesa Civil, foram mantidos.
Na chefia da Polícia Civil foi mantido o nome de Fernando Veloso, que substituiu Marta Rocha, que deixou o cargo em 2014 para a disputa da eleição de deputada estadual. O Comando Geral da PM também teve mudança. Saindo Ibis Silva Pereira que ficou por um período depois da queda em novembro, de José Luis Castro Menezes. Agora o bastão está com o coronel Pinheiro Neto.
Outros como Christino Áureo , na Agricultura e Pecuária e Cidinha Campos, na secretaria de Proteção e Defesa do Consumidor, retornam depois de disputarem as eleições para a Assembléia Legislativa (Alerj) e se reelegerem deputados estaduais, condição que também haviam deixado para ocupar as pastas nos governos de Sérgio Cabral. O também deputado reeleito Bernardo Rossi, será o secretário de Habitação.
E por falar em Alerj, dois deputados deixam o Legislativo depois de exercerem dois dos mais altos cargos da Casa. Paulo Melo (foto), que é o presidente até o dia 01 de fevereiro, será o Secretário de Governo, e André Correa, líder do governo, sai para assumir a Secretaria de Ambiente.
A Casa Civil, braço direto do governador, terá Leonardo Espíndola como secretário. Hudson Braga será o coordenador executivo de Infraestrutura e Integração Governamental.
A pasta da Saúde terá Felipe Peixoto, que seria o nome de vice na chapa de Pezão, até a decisão do presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, de disputar a vaga para o Senado. O próprio Lupi fez pressão para que Peixoto não aceitasse o convite, alegando ser esta uma pasta de onde os secretários sempre saem muito criticados ou presos. A ponderação não mudou a decisão de Felipe Peixoto, que em 2012 disputou a prefeitura de Niterói e foi derrotado por Rodrigo Neves (PT).
No governo de Sérgio Cabral, Felipe Peixoto foi o secretário de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, que agora terá a sua frente José Luiz Anchite, do PP, partido do vice governador Francisco Dornelles. Já na Educação, o nome anunciado foi do professor Antônio José Vieira de Paiva Neto.
Nome importante também nesse novo cenário, é do então secretário de Transportes do município do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osório, que ascende a pasta do estado.
O filho de Sérgio Cabral, eleito deputado federal, Marco Antônio Cabral, de 23 anos, será o Secretário de Esportes, às vésperas do maior evento esportivo do mundo, as Olimpíadas que serão realizadas na capital fluminense.
Confira a relação do secretariado de Pezão:
- Leonardo Espíndola (Casa Civil),
- José Mariano Beltrame (Segurança Pública),
- Felipe Peixoto (Saúde),
- Antonio Neto (Educação),
- José Iran Peixoto Jr (Obras),
- Coronel Sérgio Simões (Defesa Civil),
- Paulo Melo (Governo),
- Carlos Roberto Osório (Transportes),
- Sérgio Ruy Barbosa (Fazenda),
- Christino Áureo (Agricultura e Pecuária),
- Marco Antônio Cabral (Esporte, Lazer e Juventude),
- André Correa (Ambiente),
- Teresa Cosentino (Assistência Social e Direitos Humanos),
- Coronel César Rubens de Carvalho (Administração Penitenciária),
- Gustavo Tutuca (Ciência e Tecnologia),
- Eva Doris Rosental (Cultura),
- Julio Bueno (Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços),
- José Luiz Anchite (Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca),
- José Luiz Nanci (Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida),
- Bernardo Rossi (Habitação),
- Claudia Uchôa (Planejamento),
- Filipe Pereira (Prevenção à Dependência Química),
- Cidinha Campos (Proteção e Defesa do Consumidor),
- Arolde de Oliveira (Trabalho e Renda),
- Nilo Sérgio (Turismo),
- Lucia Léa (Procuradoria Geral do Estado),
- Hudson Braga (Coordenadoria Executiva de Infraestrutura e Integração Governamental),
- Vicente Loureiro (Diretor Executivo da Câmara Metropolitana).

FONTE: JORNAL URURAU

Nenhum comentário