Italva e a Crise



Depois dos anúncios de cortes nos orçamentos por parte do Governo Federal e do Governo do Estado, a diminuição no repasse dos royalties do petróleo, ICMS e FPM, a prefeitura de Italva, assim como a maioria das prefeituras, está cortando todos os gastos possíveis. Nestas últimas segunda-feira (12/01) e terça-feira (13/01), o prefeito Leonardo Guimarães permaneceu o dia todo trabalhando com planilhas de despesas e redução de custos. Na semana passada, em reunião com os  secretários, formalizou-se novo horário de expediente: das 07h às 13h, para racionamento de energia elétrica, ficando de fora apenas os serviços de emergência.
QUEDA NOS ROYALTIES DE ATÉ 65%
O governo do Rio prepara um plano de ajuda aos municípios que perderão boa parte da arrecadação por causa da queda do preço do barril do petróleo. Não foi antecipada que tipo de ação está sendo planejada, mas, a proposta do Rio será levada ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no máximo até maio próximo. Cidades maiores, como Campos, podem perder 30% da arrecadação, em outros casos, o prejuízo ficará em torno de 65%.
FONTE: BLOG DO NINO BILLIENY

Nenhum comentário