Organizações fazem mobilização contra exoneração do coronel Ramiro


Num momento em que os índices de criminalidade em Campos baixam e entidades como OAB(Ordem dos Advogados do Brasil), ACIC(Associação Comercial de Campos) e Prefeitura de Campos de forma conjunta com a PM fazem um trabalho para articular ações na área segurança pública e ouvir as demandas da sociedade campista, uma decisão do Comando Geral da Polícia Militar causou perplexidade neste fim de semana: a exoneração do comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar(8º BPM), coronel Ramiro Campos.

O diretor da OAB/Campos e vice-presidente da Organização Integrada de Segurança Cidadã(OSC), Djalmo Tinoco. Ele garante que haverá uma mobilização das entidades no sentido de que a exoneração seja revertida e anuncia uma reunião nesta segunda-feira(1º), na sede da OAB, para tratar do assunto.

A Mobilização acontecerá hoje por volta das 15hs, no Calçadão da Cidade, próximo a Caixa econômica.


Ao termino da reunião foi feito um ofício entre as Organizações participantes para enviar diretamente ao Governador do Rio de Janeiro, Luis Fernando Pezão, pedindo a permanência do Coronel Ramiro Campos, a frente do 8° BPM.

De acordo com Djalmo Tinoco, além de conseguiu baixar o índice de criminalidade do município, o coronel Ramiro Campos aproximou as entidades de classe da Polícia Militar e conseguiu uma mobilização para que as comunidades que sofrem com o tráfico de drogas tivessem assistência.

“ Ele tem um olhar que vai além do trabalho policial. Trata-se de um policial sensível em relação à comunidades que sofrem com a atuação do tráfico de drogas em Campos. Há quatro meses atrás iniciamos um trabalho integrado. Fizemos várias reuniões. Reunimos várias entidades, como CDL, Acic, JCI e AIC para trabalharmos num só objetivo. Estávamos atrás desse objetivo antes do coronel Ramiro chegar. Com ele, o trabalho tomou mais corpo, passou a ficar mais organizado e integrado. Por isso estamos perplexos com sua exoneração”, afirma Djalmo Tinoco.

Djalmo acrescenta: “A pergunta agora é por que exonerar o comandante. O índice de criminalidade caiu. É uma interrogação que estamos vivenciando. Será que ele, por tudo que fez, incomodou alguém na hierarquia da PM? Será que esse trabalho está incomodando alguém? Vamos ter uma reunião nesta segunda-feira para tirar um posicionamento.  E no próximo dia 8, no Palácio Guanabara, estaremos pedindo a manutenção do coronel Ramiro durante uma reunião que está agendada com o governador Pezão”, finalizou.

A OSC tem membros indicados por diversas entidades, como Câmara de Dirigentes Lojistas(CDL), Associação Comercial(ACIC), JCI (Câmara Junior), Ordem dos Advogados(OAB), Firjan e Instituto Federal Fluminense(IFF), além do apoio da Polícia Militar e Ministério Público. Houve a presença do Vereador de Campos, Mauro Silva e de outras entidades como o Grupo da Seta que age na Br-101 e ainda teve a confirmação do Apoio da Igreja Católica de Campos.

JÁ ASSINARAM OU JÁ SE DISPUSERAM A ASSINAR O MANIFESTO:

OAB – 12ª Subseção
OSC – Organização Integrada de Segurança Cidadã
ACIC – Associação Comercial da Industria e Comércio 
CDL - Câmara dos Diretores Lojistas de Campos
AIC – Associação das Industrias da Codim
ACLIG – Associação Cultural Líbano-Goytacá
ASMENNF – Associação dos Servidores Militares Estaduais do Norte e Noroeste Fluminense
IFF – Instituto Federal Fluminense
ESA – Escola Superior de Advocacia
SETA – Confraria de Usuários da BR 101
SINDVAREJO - Sindicato dos Varejistas
JCI – Câmara Júnior
Bispo da Administração Apostólica São João Maria Vianney
Bispo Diocesano de Campos dos Goytacazes
Guia Cadê Campos
Rotary São Salvador


Nenhum comentário