Acidente com ônibus deixa mortos e feridos na BR-101, na Serra, ES


Um ônibus da empresa São Geraldo, com 31 passageiros e um motorista, que seguia da Bahiapara o Rio de Janeiro capotou e caiu em uma ribanceira no quilômetro 249 da BR-101, na Serra, região Metropolitana de Vitória, por volta de 5h30 deste sábado (27). Até as 12h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou a morte de oito passageiros. A via continuou totalmente interditada, desde às 9h, para a remoção do veículo.
O ônibus levava um Grupo de Artesão para Campos dos Goytacazes -RJ.
O motorista do ônibus teve um corte na mão e se apresentou no posto da PRF, no mesmo município, bem próximo ao acidente. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) informou que dois hospitais receberam 23 feridos. Destes, 17 foram levados para o Hospital Jaime Santos Neves, na Serra, e seis, foram para o Hospital São Lucas, na capital do Espírito Santo. A Sesa ressaltou que quatro pacientes estão em estado grave.

Segundo sobreviventes, as vítimas são artesãos que há três anos viajam juntos. Um passageiro contou que algumas pessoas trabalham como vendedores ambulantes e iriam trabalhar nas festas de fim de ano no Rio de Janeiro.
O ônibus fazia a linha Porto Seguro/Rio de Janeiro. O motorista do coletivo contou que, ao fazer uma curva encontrou um caminhão fazendo uma ultrapassagem indevida. Para não bater, ele jogou o ônibus para o acostamento. Ele não conseguiu parar e o veículo caiu em uma ribanceira de aproximadamente 40 metros de altura.
A PRF informou que estão no local equipes da Eco 101, concessionária que administra a rodovia, Serviço de Atendimento Médico de Urgência e Corpo de Bombeiros. O acidente aconteceu nas proximidades do posto da PRF, na Serra, sentido Vitória.
Empresa
De acordo com a Viação São Geraldo, o ônibus saiu de Porto Seguro às 17h desta sexta-feira (26), com ao Rio de Janeiro. A empresa informou que só vai divulgar o nome das pessoas mortas quando o Instituto Médico Legal confirmar os nomes, porque com o acidente, documentos podem se locomover e confundir essa identificação.
Funcionários da São Geraldo de Vitória estão no local e outros de Belo Horizonte estão a caminho. Ainda segundo a empresa, todos os passageiros devem seguir para o hospital, pois mesmo que não tenham ferimentos aparentes podem ter lesões internas.

* Com colaboração de André Falcão e Rhuani Maia, da TV Gazeta e Jornal A Gazeta -G1

Nenhum comentário