Melo e Picciani estão entre deputados eleitos que enfrentam Justiça Eleitoral




Adversários na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa (Alerj), Paulo Melo e Jorge Picciani estão entre os deputados eleitos que enfrentam problemas na Justiça Eleitoral. Analistas do Tribunal Regional Eleitoral recomendaram a desaprovação de suas contas de campanha, que serão julgadas até o próximo dia 10. 
O corpo técnico do TRE também sugeriu a não aprovação das contas de, entre outros, Carlos Roberto Osório, Rafael Picciani, Leonardo Picciani e André Lazaroni.

Processo longo
Segundo os analistas, Melo e Jorge Picciani deixaram de registrar doações dentro do prazo determinado pela legislação. A eventual rejeição das contas pelo TRE não impediria a diplomação dos eleitos, que poderiam recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral. A perda de mandatos só ocorre depois de uma condenação definitiva.

Apoio
Na briga para se manter à frente da Alerj, Paulo Melo recebeu o apoio de Marcelo Crivella. O senador se comprometeu a tentar conseguir os votos dos deputados do seu PRB e do PR — de olho na primeira secretaria da Casa, os dois partidos decidiram atuar em bloco na eleição.

Do palanque ao palco
Derrotado na disputa pelo governo estadual, Crivella, que é cantor gospel, se apresentará depois de amanhã na Via Show.

Irajá no poder
Como o Chacrinha, a família Fernandes está com tudo — e não está prosa. O deputado estadual Pedro Fernandes deverá reassumir a Secretaria Estadual de Assistência Social. Sua mãe, a vereadora Rosa, é cotada para um cargo na prefeitura. Resta saber se o partido deles, o Solidariedade, concordará com a concentração de poderes.

FONTE: JORNAL O DIA

Nenhum comentário