Garotinho entre os mais influentes do Congresso



Lista dos cem “cabeças” do Congresso Nacional, elaborada anualmente pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), mostra nove deputados do Rio figuraram em algum dos quatro anos desta legislatura. Os “cabeças”, na definição do Diap, são os parlamentares mais influentes que se destacam pela capacidade de liderar, conduzir, se posicionar em debates, negociar e formular propostas que acabaram virando leis. Destes nove, quatro deputados fluminenses estiveram presentes nas listas dos quatro anos: Miro Teixeira (PROS), Chico Alencar (PSOL), Eduardo Cunha (PMDB) e Rodrigo Maia (DEM).

Outros cinco apareceram na lista em pelo menos um ano: Anthony Garotinho (PR), Alessandro Molon (PT), Jandira Feghali (PCdoB), Otávio Leite (PSDB) e Brizola Neto (PDT) — este último figurando apenas na lista de 2011, ano em que exerceu o mandato na Câmara como suplente.

Em ascensão – Durante os quatros anos, apareceram nas listas os deputados: Hugo Leal (PROS), Jean Wyllys (PSOL), Alfredo Sirkis (ex-PV e agora PSB), Benedita da Silva (PT), Andreia Zito (PSDB), Glauber Braga (PSB), Edson Ezequiel (PMDB) e Jorge Bittar (PT).

Discursos

Garotinho (PR) entrou na lista do Diap em 2012. Segundo Queiroz, ele já era vice-líder da bancada e assumiu o posto em 2013, sempre demonstrando capacidade de influenciar nas votações. Garotinho está entre os que cinco que mais discursam nesta legislatura.

(Fonte: O Globo)

Nenhum comentário