Responsive Ad Slot

Política

política

Começam inscrições para o concurso público de Bom Jesus

sábado, 2 de agosto de 2014

/ JORNAL OLHAR

Foram abertas nesta sexta-feira as inscrições para o concurso público promovido pela Prefeitura de Bom Jesus do Itabapoana e pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município, par ao preenchimento de 395 vagas, distribuídas entre 86 cargos de níveis que vão desde o Ensino Fundamental ao Superior.

Os salários iniciais variam entre R$ 711,90 e R$ 2.755,99. As inscrições podem ser feitas exclusivamente pela internet, no site da Noroeste Concursos, organizadora do certame, www.noroesteconcursos.com.br, até 8 de setembro. A taxa de inscrição é de R$ 30 para os cargos de níveis Fundamental e Médio; e R$ 50 para o nível Superior.

Áreas - Dentre os cargos oferecidos pela Prefeitura estão: advogado, médico do Programa Saúde da Família, assistente social, biólogo, cirurgião dentista, cozinheiro, enfermeiro de saúde mental, professor, engenheiro civil e agrônomo, farmacêutico, fiscal ambiental, fisioterapeuta, jornlaista, motorista, pediatra e psiquiatra. Já o SAAE oferece vagas para auxiliar administrativo, eletricista, motorista operador de Estação de Tratamento de Água e técnico em contabilidade.

O concurso será composto de prova escrita objetiva, de caráter seletivo, eliminatório e classificatório para todos os cargos. E ainda prova de títulos, de caráter seletivo e classificatório para todos os cargos de nível superior. As provas objetivas serão aplicadas no município de Bom Jesus, nos dias 22 e 23 de novembro, em locais a serem posteriormente divulgados. O edital do concurso pode ser visualizado na íntegra no site da Noroeste Concursos.

Otimismo - A pedagoga Eloisa Silva, 34 anos, que é de Campos, diz que não se importa com a distância entre sua cidade e Bom Jesus, de cerca de 100 quilômetros, e que deverá se inscrever para o concurso. "O importante é fazer a prova. Se passar, depois a gente vê como fica". A amiga e educadora Anna Brito, 29, da mesma cidade, faz coro. "Se passar, posso ir morar lá ou ir e voltar nos dias de trabalho. O importante é o emprego público e a estabilidade".



Fonte: O Diário
Mais
© Jornal Olhar
Todos os direitos reservados.