Maradona ganha camisa do Madureira em homenagem a Che Guevara

Fã confesso da revolução cubana, o craque argentino Maradona, que está no Brasil por conta da Copa do Mundo, ganhou um presente do Madureira. O ex-jogador recebeu uma camisa do clube que homenageia o revolucionário Che Guevara das mãos do presidente do futebol de sete do Tricolor Suburbano, Leandro Brito, em um hotel na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Maradona tem uma tatuagem com o rosto do seu compatriota e se mostrou emocionado com o uniforme que faz referência à revolução cubana.


No ano passado, para comemorar os 50 anos de uma excursão vitoriosa à Cuba, pouco depois de Fidel Castro tomar o poder da ilha, o Madureira fez uma homenagem para Che. A equipe lançou dois uniformes em alusão à visita do time ao país. Os dois uniformes, um grená, e outro nas cores azul, branca e vermelha (da bandeira cubana), levam a famosa foto de Che Guevara. 
As camisas fizeram sucesso e foram vendidas em diversos países como Espanha, Colômbia, Venezuela, Rússia, Itália, Turquia, Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Chile e Argentina. Motivados pelo sucesso que foi o lançamento da camisa que homenageia Che Guevara e lembra a excursão do clube a Cuba, o Madureira vai lançar um uniforme em alusão aos 50 anos da "viagem proibida" à China comunista de Mao Tsé Tung.
Madureira vai lançar camisa em homenagem a China (Foto: Futrio.Net)Camisa do Madureira em homenagem à China comunista (Foto: Futrio.Net)
Fonte: G1

Nenhum comentário