Morre 'Dodozinho Mendonça', o eterno 'prefeito' de SJB

Aos 96 anos, faleceu neste domingo o ex-prefeito e ex-vice-prefeito de São João da Barra (SJB) Genecy Mendonça, mais conhecido como "Dodozinho Mendonça". Na última terça-feira ele recebeu da Câmara Municipal de SJB o título Barão de Barcelos, a mais alta comenda conferida a personalidades no município.

Dodozinho estava internado no Hospital Dr. Beda, em Campos. O corpo está sendo velado no Ginásio Municipal de Esportes de SJB. O horário e local do sepultamento até o encerramento desta edição não haviam sido definidos pela família.

A notícia da morte de Dodozinho foi divulgada nas redes sociais, por volta das 17h15, pelo professor Antônio Neves, que foi secretário do governo Carla Machado, do qual Dodozinho foi vice nos dois mandatos, de 2005 a 2012. Pelos políticos locais, Dodozinho era denominado o "desbravador do 5º Distrito".

Ingresso na política -Dono de uma frota de caminhões, Dodozinho resolveu, nos anos 70, ingressar na política e foi vice de Donato Menezes. Em 1977, foi eleito prefeito de SJB. Em 1989 foi eleito para o segundo mandato. Ficou à frente da prefeitura até 1992, quando São Francisco de Itabapoana ainda pertencia a SJB. Dodozinho foi contra o movimento de emancipação. Em 1996, voltou a ocupar cargo público, desta vez como vice do prefeito eleito Betinho Dauaire. Em 2004, foi eleito vice-prefeito de Carla Machado.

Feitos - À frente da prefeitura, foi responsável pelo sistema de eletrificação das zonas rurais e por abertura de estradas. Chegou, quando necessário, a guiar máquinas e caminhões.

Livro - Durante a homenagem na Câmara, na semana passada, a filha de Dodozinho, Ana Cristina Alves Barreto, que é subsecretária municipal de Educação, agradeceu ao Legislativo pela homenagem e disse: "aproveito para lembrar que publicaremos um livro sobre a sua vida pública em outubro".

Para o prefeito José Amaro Martins de Souza,o Neco, "todo o desenvolvimento do 5º distrito tem o toque do amigo Dodozinho".

A ex-prefeita Carla Machado usou a rede social para falar sobre Dodozinho. "Eu o tinha como pai, irmão e filho. Agora nos deu adeus. O que me resta é agradecer a ele por todas as coisas...".
o diario 

Nenhum comentário